(Indie) Uchu Mega Fight V0.9.5 e Crossover com ROBO OH

21 de outubro de 2021 Deixe um comentário


Desde que eu escrevi sobre o Uchu Mega Fight ano passado, o jogo teve diversas atualizações e a mais recente mostrada no trailer acima faz crossover com o ROBO OH. Ainda continua o melhor clone de Joy Mech Fight e melhor jogo de luta do “console virtual” PICO-8… não que exista muita competição!

Foi adicionado um tutorial para combos e os personagens tem duas classes além da normal com diferentes características. No modo Joy Mega, os personagens não podem usar combos mas são esticados e causam mais dano em cada ataque. Eles podem usar uma versão forte de cada especial e também é habilitado um comando secreto quando estão com pouca vida.

Já no modo Choy, que tem certa influência de Super Smash Bros., os personagens são encolhidos e frágeis mas possuem pulo duplo e comandos fáceis para os especiais. Com os 10*3 personagens em total, seria perfeito se o cara conseguisse colocar um modo online nesse jogo…

Recomendo muito o jogo pra quem não conhece, até porque os poucos diálogos que ele tem foram traduzidos para o inglês. Usem este link que já começa com os personagens secretos e o modo Expert liberados.

Jogos da SAGE 2021 e etc, parte 4

20 de outubro de 2021 1 comentário

(post anterior)

Enquanto o meu foco em escrever esses posts foi pro ralo, passou a SAGE 2021, foi-se o aniversário de 12 anos do blog, pouco me interessei pela Sonic Hacking Contest 2021 e ainda apareceu uma tal de Chao Games Showcase na qual poucos participaram… a luz caiu do nada aqui enquanto finalizava o texto…
Ah, e parece que o menu de configuração de exibição de imagens do blog voltou onde deveria estar por enquanto. Pelo menos isso… Bora recomendar mais fangames e indies pra vocês então.

Mais joguinhos da SAGE 2021:

-Sonic 2 Time Quest
imagem_2021-08-25_192627Já tem uns quatro anos desde que o Hirokazu Yasuhara fez a palestra na Digital Dragons sobre como tornar jogos tensos e divertidos, revelando também detalhes antes secretos sobre o enredo de viagem no tempo que o Sonic 2 teve durante sua produção e que por mera coincidência era algo que o Naoto Oshima viria a concretizar no Japão com o Sonic CD.

Neste fangame, o joshyflip habilitou-se a recriar o Sonic 2 sob essa visão, através do framework Core do paulistano Nihil que usa a engine Clickteam Fusion 2.5… e mais o DLC desgraçado do software que eu ainda não comprei. Nisso que dá depender desses makers da vida… Mas enfim, a demo tem um ato da Emerald Hill com o level design que ela tinha nos betas e outro da Sand Shower, a fase de deserto que virou a Mirage Saloon no Mania e que muitos erroneamente pensavam que era chamada “Dust Hill” (que na verdade era a Mystic Cave, que inexplicavelmente era uma contraparte para a Green Hill/Emerald Hill).

A engine Core recria tão bem a jogabilidade da série que eu cheguei a pensar que estava mesmo rodando uma ROM do Sonic 2 em emulador! A Sand Shower, que foi considerada uma contraparte da Oil Ocean com escorregadores de areia e a mesma música, até que ficou divertidinha. Podem dar uma olhada pela curiosidade.

-Sonic Frenzy Adventure
imagem_2021-08-25_233954Após muitos anos no limbo e com certo conteúdo perdido por problemas de hardware, o BlueFrenzy lançou este fangame no ano passado e desta vez o atualizou com várias correções de bugs. A engine usada é obviamente um tanto ultrapassada, ao ponto que todos os personagens tem o pulo baixo do Knuckles e não podem controlar a altura dele. Isso é uma limitação grave num jogo de plataforma.

O jogo tem uma boa quantidade de fases com chefes em cada ato. Tem até batalhas em atos separados contra o Tails e o Knuckles possuídos pelo vilão da peça, entre outros personagens. Aqui não tem Drop Dash mas o Sonic pode trocar entre duas de suas habilidades de escudo, que na verdade são obtidas separadamente dos escudos elementais.

O difícil em Frenzy Adventure é que os chefes muitas vezes se movem e atacam numa velocidade que acaba não combinando numa série onde o jogador tem aceleração fraca ao andar. E não adianta ficar abusando do sistema de aneis da série pois só é possível recuperar os mesmos aneis uma vez. Sim, eu roubei isso no Project Spikepig, só que lá dava pra recuperar duas vezes…

-Big’s Big World
imagem_2021-08-27_221612Um dos fangames mais populares deste ano é uma sandbox gigante onde o Big deve procurar o Froggy e pescar ele como no Adventure 1. Também há Esmeraldas do Caos escondidas que liberam habilidades, algumas úteis e outras nem um pouco. Não baixei porque é 2 GB e vai mais é espatifar meu notebook com esse Unreal Engine 4, mas como bem que eu queria dar uma olhada e parece feito com carinho e não só por memes vale mencioná-lo aqui.

-Ghost Blast
imagem_2021-08-28_203759No controle de um fantasma feito de tinta, usamos pulos duplos, arrancadas e pisões para explorar os cenários em alta velocidade e juntar montes de pontos pra encher a barrinha de Rank. Cada fase tem um monte de ícones “?” em locais secretos que podem destravar fases extras, mas como o jogo só grava o total de ícones coletados numa mesma partida é bom passar pente fino no level design logo de uma vez se quiserem ver a terceira fase da demo.

Hacks da Sonic Hacking Contest 2021

-SNOLF: Tournament Edition
Apareceram na SHC alguns romhacks do tipo “termine o Sonic 2 sob condições intragáveis” como o Tails explodindo ao tocar o chão ou forçando o Sonic a parar se for deixado pra trás. Já nesse aqui o Sonic deve ser guiado pelas fases com tacadas de Golfe, o que muitas vezes leva a situações impossíveis de passar. Nem preciso dizer que enfrentar o Dr. Eggman em cada fase já fica bem chato na Emerald Hill. Na Chemical Plant então, nem pensar! Infelizmente, o jogo não permite pular os chefes sem pular todos os Atos 2 de uma vez. Por fim, há um modo multiplayer tanto no cooperativo quanto no competitivo que pode interessar.

-Sonic 3 & Knuckles: Epilogue
Boss rush com inimigos apelões mas com vidas infinitas e 10 aneis por batalha pra compensar. É divertido, mas embora o download tenha mais de 100 MB por incluir uma ISO com músicas em alta qualidade pra rodar no Sega CD, atualmente mal compensa se há só uma fase e duas batalhas prontas na demo.

Joguinhos da Chao Games Showcase (onde nenhum é simulador de Chao…)

-Spark The Electric Jester in Sonic After the Sequel
Não sei como, mas deram um jeito de hackear o Spark The Electric Jester 1 e incluir nele a primeira zona do fangame Sonic After the Sequel. Sei que ambos os jogos são do LakeFeperd e que usam o Clickteam Fusion + Sonic Worlds, mas o deselvonvedor do mod não ofereceu uma explicação de como ele foi desenvolvido. Teria ele obtido o código fonte do Spark? Hackear jogo feito em Clickteam ficou tão fácil e eu não sei??? De qualquer forma, temos a Horizon Heights com inimigos e items tirados do Spark mas também com o chefe Mecha Tails marcando presença no final.

É interessante jogar a fase com as habilidades do Spark, que pode apelar com o poder Wind mas tem um pouco mais de dificuldade com o Mecha Tails do que o Sonic tinha. Tive a impressão que aumentaram o HP do chefe para compensar os ataques carregados do formiga bobo-da-corte.

Esta demo não requer os arquivos do Spark The Electric Jester 1 pra funcionar.

-Sonic and the Lost Star
E falando no After the Sequel, este Sonic and the Lost Star tem uma forte influência dele nos belos cenários e nas cutscenes sem diálogo. A demo atualmente tem 7 zonas prontas que são muito bacanas de jogar, embora eu tenha achado alguns atos muito curtos e simples. Tem tambem Special Stages baseados nos do Mania só que simplificados, onde é preciso acumular bolas azuis para ganhar velocidade e fazer 4 voltas num circuito para obter uma Esmeralda do Caos (dica: ignore as esferas azuis quando já estiver em velocidade máxima para poder se recuperar depois caso tropece em espinhos).

Vale ver os combates cômicos contra os minichefes e o Eggman, que em certo ponto tenta atropelar o ouriço com um carro de polícia! Baixem este jogo!

Jogos da SAGE 2021, parte 3

25 de agosto de 2021 3 comentários

(post anterior)

Toda vez que eu coloco uma imagem no post eu tenho que ir no editor de código pra redimensionar ele sabendo que antes isso era feito já na própria biblioteca de imagens do Uordipress e isso não me deixa de encher o saco! Mas enfim, continuando o raciocínio…

-Sonic Triple Trouble 16-bitimagem_2021-08-24_205305Remake sensacional do Sonic Triple Trouble de Game Gear com fases expandidas e novas oportunidades de espancar o Knuckles no decorrer da aventura. Tem Drop Dash e dá pra trocar livremente entre o Sonic e o Tails. Em comparação com a demo anterior, a nova só traz o primeiro ato da Sunset Park e corta o prólogo cinematográfico. Enquanto os Special Stages contra o Fang foram reprogramados e não ficaram prontos para a SAGE, as demais fases já finalizadas ficarão reservadas para o lançamento da versão final no futuro.

-Big Boy Boxing
imagem_2021-08-24_215554Clone de Punch Out sem tirar nem por mas ainda assim bonitão com o tutorial e o primeiro oponente disponíveis. É mesmo bem notável pela pixel art e animações caricatas de qualidade e recria direitinho a jogabilidade da série em que é baseado, tanto que fiquei triste que era uma luta só e acabei repetindo a dose mais algumas vezes pra tentar speedrunar o mendigo boxeador.

-SPACEWING WAR
imagem_2021-08-24_222633Um shmup bonitinho com paleta de cores do Game Boy Color. Tem 4 de 7 fases disponíveis no modo história e duas destraváveis num modo secundário onde o objetivo é eliminar todos os alvos escondidos. O modo normal começa fácil, com os inimigos frágeis o bastante para nos livrarmos deles assim que aparecem, mas lá pro final é preciso muita mais atenção pra desviar de obstáculos e usar as armas que miram atrás da navinha para acertar botões que liberam barreiras antes que a câmera esmage ela contra o cenário. Estamos no meio da semana e nem teve 100 downloads ainda. Façam o favor.

-Scoop Kick!
imagem_2021-08-24_224033Um joguinho arcade de labirinto do criador do excelente Rayman Redemption e que remete ao clássico Burger Time. Como dá pra ver pela telinha acima, o objetivo é rolar todas as bolas de sorvete até elas cairem nos cones. Os inimigos-frutas seguem a protagonista pelas plataformas e podem ser atropelados pelos sorvetes, o que faz cada bola valer mais pontos.

-Bombercin 2
imagem_2021-08-24_230636Este aqui é um dos jogos completos da feira, lançado há dois meses. Tal como o Scoop Kick acima este Bombercin 2 também se trata de uma fusão de velharias arcades, no caso principalmente o Bomberman. O negócio é colocar e chutar bombas para destruir inimigos e barreiras até a porta para a próxima fase abrir. Tomei um game over no mundo 2 após algumas trapalhadas tentando atrair inimigos aéreos nas explosões, mas o jogo dá o colher de chá de salvar o progresso… sem restaurar o total de vidas do personagem…

“Sonic”? O que é um “Sonic”?

(próximo post)

Jogos da SAGE 2021, parte 2

24 de agosto de 2021 3 comentários

(Post anterior)

-Sonic Momentum
imagem_2021-08-23_202718Este projeto mescla a jogabilidade de Sonic com beat ‘em ups, para provar que o Heroes não precisava ser tão chato nesse aspecto. E olhem que a pancadaria sem soco nem chute em Momentum é bem integrada com as habilidades do ouriço. Ao rolar com força nos inimigos ou quicar neles com o pulo duplo que vira Homing Attack quando carregado, podemos lançá-los no ar e ir empinando eles com o air dash enquanto um medidor de pontos sobe.

É bem divertido pegar o jeito e dar altos juggles em toda uma sequência de badniks, e mesmo se errar dá pra evitar trapalhadas de sair correndo pra longe demais dos robôs pois o air dash vira Drop Dash se segurar o botão de pulo ao aterrissar. Drop Dash é algo essencial hoje em dia. Um Boost elegante de um botão que enfatiza a forma de bola do ouriço! Praticamente todo fangame novo tem!

-Sonic Rush 3D
imagem_2021-08-23_210752Que Sonic Rush que nada, isso aqui é puro Boost de Sonic Unleashed, com todos os tipos de setpieces que se espera daquele jogo. Um quilômetro de caninhos em pleno ar? Tem. Seção aberta com o Sonic correndo sobre o mar? Tem. Qualquer coisa no level design que remeta de fato a Water Palace do Rush? Não, é 95% Apotos do Unleashed mesmo.

Aquele sisteminha de fazer poses no ar pra ganhar turbo foi implementado de forma estranha, com poucas oportunidades para tanto e a obrigação de usar um comando para terminar o combo e não perder os pontos de turbo. É uma mecânica muito simples e bacana nos Sonics de Nintendo DS mas acabei não entendendo bulhufas dela aqui, até porque a página do jogo não explica o layout dos botões no teclado.

Algo muito notável é que a fase mal tem paredes invisíveis e dá pra mandar o Sonic voando pelos ares em diversas partes, mas como o level design é linear isso só serve pra capotar ele fora da pista ou em buracos que as vezes nem dá pra ver pela câmera!

Vejam aquela estrutura na telinha acima. Ao correr sobre aquela parede no fundo e ser lançado por um conjunto de molas, o Sonic deve usar uma sequência de Homing Attacks para quicar nos inimigos até o fim da fase… mas as molas iniciais travam ele no ar e se você estiver no centro o Homing Attack não alcança os inimigos. Pior, a câmera mal permite ver que HÁ inimigos ao redor. Ignorar isso tudo e só caminhar por cima do prédio? Ele conta como buraco sem fundo, meus caros. Diacho.

O projeto tem grande potencial, é bonito de ver e teve bastante progresso em poucos meses de produção mas acabei saindo frustrado dele. De qualquer forma, joguem vocês mesmos e tirem suas próprias conclusões.

-Mega Man: Wily Tower NES
imagem_2021-08-23_225836
Enquanto o demake 8-bits de Mega Man & Bass não fica pronto, outra desenvolvedora, a ThatEntityGirl, apareceu com este do modo Wily Tower que há no remake Mega Man: The Wily Wars do Mega Drive. São três fases lideradas por robôs baseados no romance Jornada ao Oeste e então o castelo do Dr. Wily.

Dá pra escolher equipamentos dos três primeiros Mega Mans pra enfrentar cada fase, mas é lógico que todo mundo vai só de Metal Blade e Rush Jet na maioria das situações. Pensando nisso, a dev botou um modo “rebalanceado” para as armas e que faz os múltiplos tipos de barreiras serem um só que pode ser destruído por qualquer explosivo.

Neste beta, tudo menos a forma completa do chefe final está pronto, com direito a chefes extras que aparecem ao repetir as fases iniciais e tanto o Proto Man quanto o Bass destraváveis ao terminar a aventura.

-Vertical Collapse: Ghost in the Machine
imagem_2021-08-23_231959Um fliperama monocromático com tema cibernético e músicas melancólicas. Destrua os alvos verdes para revelar um portal para a mesa seguinte ou o chefe de fase. A demo termina logo após a segunda mesa, revelando o que parece ser a conexão entre as seis fases que a versão final terá.

(próximo post)

Jogos da SAGE 2021, parte 1

23 de agosto de 2021 2 comentários

imagem_2021-08-23_005616A Sonic Amateur Games Expo é uma feira online anual organizada pelo pessoal da SFGHQ que desde o ano 2000 se dedica a divulgar fangames do ouriço azul da Sega. Com o passar do tempo, jogos indie com intenção de lançamento comercial também tem marcado bastante presença no evento. E como de costume eu vou jogar o que eu puder aqui e relatar o que tem de bacana na exposição.

-Sonic Classic 2
imagem_2021-08-22_210112A continuação do jogo que o Hez lançou há dez anos finalmente está “completa”. Entre aspas porque haviam planos de embutir as fases do Classic 1 e as fases de Sonic 1 e 2 no projeto, mas felizmente o cara não nos fez mais esperar e deixou isso pra “DLC” mesmo. As fases de Classic 2 parecem um tanto derivadas do Sonic 2 em questão de temática, mas também trazem ideias bem chamativas no level design e nos chefes. Tem até um sisteminha bobo que permite ao Sonic guardar dois escudos e combinar os efeitos dos de tipo elemental.

O problema é que o jogo bota o Clickteam Fusion pra suar com efeitos que fazem o desempenho em algumas fases capotar em qualquer PC que não rode Crysis 1 e 2 nas configurações máximas ao mesmo tempo. Na fase de casino, há pequenas áreas que alteram a paleta dos gráficos para a esverdeada do Game Boy e chega a ser engraçado ver o software engasgando só por causa disso.

O pior é justamente na segunda etapa do chefe final — que já é uma batalha bem longa, diga-se de passagem. Esse slowdown também marca presença nas fases especiais, que são os labirintos rotatórios do Sonic 1 com umas coisinhas a mais, mas aí eu relevo pois fico IMPRESSIONADO que conseguiram programar e deixar isso jogável num maker da Clickteam, depois de tempos vendo gente dizer que seria improvável um negócio desses.

Ainda assim, vão logo jogar esse negócio até o fim. Sério, valeu a espera.

Ah, o jogo tem um modo online mas eu ainda não testei ele. Carambola, um modo online… Saudades de quando isso ainda funcionava nas demos do fangame cancelado chamado Sonic Fusion…

-Emerald Ties
imagem_2021-08-23_001635É uma estranha sensação de nostalgia ouvir o tema da tela-título de Emerald Ties: Crossing Fates, que participou da SAGE desde tempos imemoriais mas ainda mal tem as quatro primeiras zonas completadas direito. Como se eu tivesse moral pra reclamar!

O jogo é um dos mais BONITÕES de se olhar na feira e, seguindo o esquema de Sonic CD, cada zona tem 3 atos onde o terceiro é só meio minuto de caminhada até o chefe. As fases são todas bem construidas, então espero que o projeto continue até ficar pronto.

-Prototype N
imagem_2021-08-23_002815Dia desses a Arietty disse no Twitter que não era pra esperar muito conteúdo novo para a segunda demo do Prototype N e do nada apareceram duas fases além das três da demo anterior — e isso considerando que ela também é responsável pelo Emerald Ties acima. Se ainda não conhecem, é um clone de Mega Man bem divertido e ágil onde armas podem ser coletadas pelas fases para destruir inimigos mais facilmente ou resolver quebra-cabeças. É bacana e tem conteúdo até demais pra uma demo grátis (todo indie tem porque tem que publicar 1/4 do próprio jogo de graça hoje em dia ai ai), então vão jogar.

imagem_2021-08-23_002417

Eu devia desengavetar o Project Spikepig e enviar com o Cosmic Boll pra também sentir essa sensação…

-Illusion Spectre
imagem_2021-08-23_003509Este espetáculo aqui é derivado de Alien Soldier e Ikaruga da saudosa Treasure. Ou seja, é um jogo de ação cheio de tiroteio com breves trechos de obstáculos entre cada chefão e onde os inimigos vem em duas cores e só tomam dano de tiros da cor oposta. Muito divertido e empolgante, ainda que possa levar algum tempo pra pegar o jeito.

Pelo menos é mais simples que o Alien Soldier já que é só se preocupar com uma arma, a esquivada e a super esquivada que rasga o HP dos chefes. Deve dar pra todo mundo terminar a fase disponível na demo após algumas tentativas.

-Buck Up And Drive!
imagem_2021-08-23_005015Clone de OutRun com drifting, manobragens no ar após saltar de rampas e até deslize em caninhos pra irritar o Gamer Caduco. A aceleração é automática e aí só cabe ao jogador se acostumar ao sistema de derrapada para dar o turbo que aumenta a velocidade além do limite de 200 e capota os carros que estiverem no caminho.

De vez em quando é preciso lidar com a polícia e um carro rival. Nunca consegui derrotar o rival porque sempre me acontecia alguma palhaçada mesmo perto da linha de chegada. O irônico é que o jogo também parece bem fácil e eu sempre acabava me arrastando além do fim de cada fase com 0 segundos no relógio mesmo após capotar múltiplas vezes ou até tentar perder de propósito!

O chato é que o desempenho do jogo não foi legal no meu PC e só funcionou na velocidade máxima, também ironicamente, na fase baseada na Green Hill. O que essa fase tem ou não tem pro jogo não rodar quase que nem uma lesma eu não tenho ideia!

O jogo tem um modo multiplayer onde os dois jogadores lutam entre si com comandos típicos de um jogo de luta, mas não testei isso. Fica a dica pra quem tem companhia.

(próximo post)

(Indie) Star Tank

9 de agosto de 2021 1 comentário

Dia desses a Ferulox Studios me ofereceu uma chave de Steam pro seu novo jogo Star Tank pra review. Não que o tráfego do blog seja tão grande coisa mas toda divulgação pra dev indie pequeno ajuda. Me mandem jogos de graça vocês também! HUAHUAHUA!

Enfim, Star Tank é um simples shmup arcade em tela fixa. Navinhas vão aparecendo na tela e devemos abatê-las rapidamente pra que não fique um enxame delas dando tiros indesviáveis. Como o tanque e a mira são controlados ao mesmo tempo, é necessário travar estrategicamente ele no chão para mirar nos outros tanques ou nas naves distantes.

2021-08-04

Para passar de fase é preciso coletar 15 jóias, mas o que complica é que elas aparecem aleatoriamente nos inimigos destruídos. Se der azar, uma ou outra fase pode ser bem mais enrolada do que deveria, e se der sorte os inimigos começam a dropar um punhado de itens de cura e mísseis. Os mísseis são importantes pois explodem num tiro só qualquer inimigo normal com uma boa área de impacto mas só é possível carregar três.

O jogo tem um total de 20 fases, com um chefe de quatro em quatro. A gente dispõe de 10 HP pra zerar a aventura mas como não tem continues nem nada tem que passar tudo na raça mesmo. Até agora eu só alcancei a fase 8 mas também não queria enrolar ainda mais meu relato sobre o jogo e fazer desfeita com o dev nem nada nesta época de ficar ocupado com a SAGExpo… e demais obstruções da vida adulta, lol. nem um joguinho bobo assim eu consigo me focar em jogar direito hoje em dia…

Pelo que joguei o Star Tank é um shmup divertido com boa variedade de inimigos, embora também me faça pensar, depois que li os reviews na Steam, sobre como arcadezinhos sinceros assim mal valem alguma coisa hoje em dia pro pessoal que escolheria simplesmente jogar algo no estilo de graça na Newgrounds. Ainda assim, fica aqui a dica pra quem curte o gênero.

Categorias:Games, Indie, Reviews Tags:,