Arquivo

Posts Tagged ‘Homebrew’

Demo de Blazing Rangers para o NES

26 de abril de 2021 Deixe um comentário

Blazing Rangers é um homebrew de NES em desenvolvimento pelo Karu gamo, o criador do Gotta Protectors que foi lançado em 2016 para o Nintendo 3DS. Tem uma demo gratuita na Itch.io e se trata de um arcade bacaninha: o objetivo é salvar as pessoas espalhadas e retornar ao ponto inicial antes que elas sejam mortas pelo incêndio que consome toda a área.
imagem_2021-04-26_003935
O que complica é ter de prestar atenção no limite do comprimento da mangueira e evitar que as chamas ou monstros passem por cima dela. Se morrer todos os NPCs adquiridos morrem juntos e o placar vai pro brejo. Também há um modo multiplayer que não pude testar já que sou forever alone aqui.

Link de download: https://firstpressgames.itch.io/blazing-rangers

…E mais uma reclamação sobre a miserável interface nova do WordPress é que a opção de alterar o tamanho de cada imagem no post simplesmente sumiu de onde estava na biblioteca de mídia. Notei isso há poucos dias. A única solução é mexer em cada imagem no modo de editor de código.

Categorias:Games, Indie Tags:, ,

(Indie) Demo de VergeWorld: Icarus Rising

16 de novembro de 2020 1 comentário


Hoje eu topei com este homebrew chamado VergeWorld: Icarus Rising, uma espécie de “shmup de corrida” dos devs Retro Bones. O vídeo acima mostra gameplay da versão para Amiga 3000, mas eu baixei e testei a demo do port para Mega Drive.

Trata-se de um jogo de navinha com a câmera por trás que nem no Star Fox ou no Soulstar. Ele bota o processador do Mega pra suar trabalhando com essa paisagem de voxels cheios de dithering na pixelart. Fica uma gororoba bem embaçada mas dá pra acostumar, ainda mais porque há vários indicadores que apontam a proximidade entre a nave e as paredes e o chão para o jogador.

O aspecto de corrida mencionado pelos criadores está no limite de tempo para cada missão. A nave acelera de acordo com o quão baixo ela está voando, exigindo uma pilotagem arriscada para completar os percursos. Algumas missões também mandam coletar certo número de items deixados por inimigos abatidos.

O site oficial tem as roms para as versões de Amiga 3000 e do Mega Drive. Há um total de 6 fases na demo: http://retrobones.com

Categorias:Games, Indie Tags:, ,

Arkagis Revolution, um shmup homebrew para o Mega Drive

13 de outubro de 2019 Deixe um comentário


Arkagis Revolution é um jogo de navinha em desenvolvimento para o Mega Drive pelo Sik, o mesmo sujeito que criou o Miniplanets. Ele tem a audácia de citar aquele chavão do Alien Soldier que era um slogan japonês do próprio Mega, de que vai botar fogo no processador do console, e traz tiroteios frenéticos combinados com uma mecânica de rotação da câmera.

Ironicamente, a primeira coisa que chama atenção, ainda no tutorial, é simplesmente o fato que os diálogos são todos com voz e até bem audíveis. Os controles são nada complicados: é só segurar B para atirar e os botões A e C para rodar a câmera enquanto guiamos a navinha pelos labirintos. Os inimigos básicos representam pouca ameaça e podem tomar dano de bem longe da câmera, enquanto que dá para avançar pelas fases mesmo sem olhar o mapa no menu de pausa só por intuição e seguindo os checkpoints.

É nas batalhas contra chefes que Arkagis Revolution fica excitante de verdade, pois eles tem alto poder de fogo e tornam-se cada vez mais velozes e erráticos conforme tomam dano. O jogo vira uma espécie de Serious Sam nesses momentos, nos fazendo recuar em círculos pelo cenário até vencer o inimigo.

Pra quem não tem jeito com shmups, a velocidade do jogo pode ser manipulada a qualquer momento pelo menu de pausa, mas a opção de dificuldade só pode ser alterada pelo menu de opções mesmo.

A demonstração atual tem duas fases além do tutorial, e ainda não há informações oficiais a respeito de data de lançamento, mídia física ou preço.

(Review – Mega Drive) LEFT RIGHT UP DOWN YOU AND ME


LEFT RIGHT UP DOWN YOU AND ME é um joguinho homebrew desenvolvido por neko800 em 2018 para o Nintendo 3DS por meio do software de programação PetitCom/SmileBasic. Conheci o jogo agora por meio de um port de Mega Drive lançado ontem por um tal de Kunukunu e ele parece, sei lá, um Rainbow Islands misturado com Balloon Fight?

Ao invés de controlarmos o personagem, controlamos o ângulo da plataforma-arco-íris onde ele está para que ele colete itens, estoure os para-quedas dos inimigos, desvie de espinhos e apanhe frutas para restaurar o limite de tempo. Como cada ponta do arco-íris é controlada separadamente, chegar longe certamente requer um boa destreza. Fico com a impressão de que já vi esse conceito da plataforma em algum outro jogo antes, mas não lembro agora.

Em geral ESQUERDA DIREITA CIMA BAIXO VOCÊ E EU me parece um jogo simples mas desafiador que deve ser um bom passatempo para ter gravado no emulador de celular. Fica a dica pra vocês.

Download da ROM:
https://www.dropbox.com/s/y5pcprmnvp83e05/lrudym.bin?dl=0

(Review – Game Boy) Tobu Tobu Girl

5 de dezembro de 2017 7 comentários


Tobu Tobu Girl é um pequeno jogo de Game Boy lançado pela Tangram Games no começo deste mês, com lançamento físico limitado e tudo. 75 cartuchos acompanhados de caixinha e um manual ilustrado foram disponibilizados no lançamento por 35 euros, mas a rom do jogo é gratuita e pode ser baixada neste site. O código-fonte do jogo também está disponível, enquanto que a trilha sonora tá por 4 dólares.

Na breve abertura do jogo, uma menina passeia com seu gato amarrado num balão de hélio até que tropeça e o bichano sai voando até a estratosfera. Cabe a menina usar seus poderes saltitantes para quicar em cima de inimigos até alcançar o gato em 3 fases de pura adrenalina. Tobu Tobu Girl é vagamente comparável ao Doodle Jump que foi popular em smartphones… e que era bem parecido com o Sonic Jump lançado 4 anos antes. Qual a origem desse tipo de jogo, afinal? Icy Tower?

Mas enfim, o diferencial é que a menina tem duas habilidades: o botão A faz ela sair voando rápido para cima e gasta a barrinha no canto da tela. Ela também pode dar três arrancadas em qualquer direção com o botão B. Enquanto pisar num inimigo restaura o limite de arrancadas, esmagá-lo com uma arrancada para baixo dá pontos extras e restaura parte do medidor de voo. São controles simples, mas na prática pode ser difícil pegar o jeito e chegar ao fim de cada fase com uma boa pontuação.

Tobu Tobu Girl termina na terceira fase, mas há também uma fase bônus que é mais longa e difícil. As pontuações são gravadas numa tabela e pode-se perseguir um nota alta em cada fase para incrementar o fator replay do jogo. Com a jogabilidade interessante e um conjunto de gráficos e músicas bem caprichados para algo deste escopo, é certamente um bom passatempo. Fica aqui o link da rom para quem quiser jogar em emulador ou tem cartucho flash pra usar num Game Boy de verdade.
Leia mais…

(Homebrew – Mega Drive) Mega Q*bert

23 de fevereiro de 2017 Deixe um comentário

mega-qbert002
Mega Q*bert é um port para o Mega Drive do clássico arcade do carinha com cara de corneta, com novas fases e jogabilidade mais ágil. O port foi desenvolvido por Jaklub e terminado no meio do ano passado, com um update em Dezembro.
mega-qbert001
Mega Q*bert tem 80 fases novas e um modo alternativo baseado na versão original, com a jogabilidade mais lenta e sem função de continue. Pra quem não conhece, o gameplay consiste em pular de bloco em bloco uma ou mais vezes até que todos estejam com a cor pedida no topo da tela. Inimigos e blocos que limitam o movimento do Q*bert trazem adversidade à jornada. Ambos os modos tem opção de multiplayer cooperativo, o que ajuda bem nas fases maiores.

Download da rom:
http://gendev.spritesmind.net/forum/viewtopic.php?f=8&t=2456

Categorias:Games, Indie Tags:, ,