Arquivo

Posts Tagged ‘mega drive’

Saiu o Sonic 3D Blast DX

21 de novembro de 2017 Deixe um comentário

Tá rolando a SHC2017, a exposição anual de romhacks do Sonic e aquele upgrade semi-oficial (do programador original mas sem permissão da Sega) do Sonic 3D Blast está entre os participantes. A atualização serve mais pra calibrar a jogabilidade e as mudanças mais significativas não são lá tão grande coisa assim mas tá valendo.

O controle do Sonic é menos escorregadio, a detecção de colisão é mais precisa e é mais fácil recolher passarinhos perdidos ao tomar pancadas. A câmera foca à frente do azulão quando ele está em velocidade máxima e o item de Super Tênis agora funciona como um escudo enquanto está ativo, o que ajuda a evitar acidentes desnecessários.

O Super Sonic foi implementado, mas junto com uma mudança que considero negativa: só podemos pegar uma Esmeralda do Caos por zona, então o Super só fica disponível a partir da fase final. Como os continues ficaram infinitos, aqueles ícones do Sonic escondidos em cada fase destravam um modo de Ataque de Tempo quando coletados. A versão atual desse modo tem metas fáceis de vencer, pois o desenvolvedor quer que os próprios jogadores determinem como elas serão em versões futuras.

O jogo salva progresso por meio de senhas e há também um editor de fases disponível mas eu não entendi bulhufas de como usá-lo. No fim das contas esta atualização torna o Sonic 3D Blast um pouco mais bacana de se jogar, mas ainda assim é o 3D Blast, o Sonic isométrico misturado com o arcade Flicky em que devemos procurar 5 bichinhos e leva-los em segurança ao final de cada área. Muita gente ainda vai preferir aquele outro romhack que joga toda a proposta do jogo pela janela.

Sonic 3D Blast DX foi publicado como um patch que deve ser combinado com a rom original por meio de um programa específico, mas vou ser cara-de-pau e lhes deixar um link com a rom já preparada aqui. Shhhh…

(Review – Mega Drive) Megapanel

14 de junho de 2017 4 comentários

Muita gente não gosta quando quebra-cabeças deslizantes aparecem do nada como um minigame tedioso em jogos, mas e se eles fossem misturados com quebra-cabeças de combinar blocos? A Namco lançou algo assim para o Mega Drive em 1990, exclusivamente no Japão. Um puzzle chamado Megapanel.

No jogo, uma pilha de blocos cresce na matriz com o passar do tempo e temos um espaço vazio para movimentá-los. É preciso combinar um mínimo de 3 blocos de mesma cor na horizontal ou na vertical para destruí-los e evitar que a pilha chegue ao topo da tela, mas isso também reduz o espaço que temos para manobrar os blocos e nos força a subir fileiras com o botão A. É preciso visualizar formas rápidas e consistentes de combinar 4 blocos de uma vez para marcar mais pontos e manter a pilha nivelada para evitar que colunas se formem nos cantos da tela e botem tudo a perder.

O jogo tem dois modos diferentes para um jogador: Exercício e Pin-up. No modo Exercício é preciso cumprir certo objetivo para passar para a fase seguinte. Como cada objetivo é ilustrado a barreira de linguagem não causa tanta confusão, mas ainda há casos como a fase 9, por exemplo, em que o objetivo é formar combinações vermelhas como parte de sequências. É possível começar nas fases 9, 17 e 25 e as missões vão ficando cada vez mais complicadas.

Já no modo Pin-up, cada fase tem uma ilustração no lado direito da tela coberta por blocos e uma fileira de bombas sobre eles. Combinar blocos na matriz ativa essas bombas para destruir pouco a pouco a barreira, sendo que as bombas ativas correspondem a posição do bloco central de cada combinação marcada. Combinações de 4 ou 5 ativam mais bombas ao mesmo tempo. Este modo tem 40 fases, com cada imagem mostrando cenas do dia-a-dia de 10 personagens. Algumas cenas tendem a sensualidade, sim, mas não há nada que não pudesse ser publicado num jogo infanto-juvenil de Mega Drive. :V

Assim como no modo Exercício há um violeiro tocando no meio da tela, no modo Pin-up há uma garota que suponho estar dando dicas. Ela comemora quando fazemos combinações de 4 ou cinco blocos e entra em pânico quando a pilha está prestes a passar do limite. Um detalhe curioso é que…

…podemos calar a boca dela com uma máscara pelo resto da fase com o botão C. Nunca vi um quebra-cabeça desses nos deixar maltratar o mascote assim. E olha que, como o gif acima mostra, ela nem comenta tão frequentemente e não tem dublagem nem nada. Vai ver ela é uma dessas minas anime que são comicamente arrogantes e presunçosas e tá tirando com a minha cara sem eu saber.

No mais, o jogo tem um modo Versus exclusivamente multijogador em que os jogadores podem mandar blocos inúteis para o campo do oponente ao marcar sequências de combinações. Há dois tipos de items nesse modo cujo propósito eu não consigo identificar. No menu de opções principal também é possível mudar o Versus para “Modo 0 ou 1” e eu também não entendi para que isso serve. Ah, uma outra opção deixa o jogo monocromático. Porque sim. Mas ainda dá pra se guiar pelos símbolos em cada bloco.

Como todos os outros puzzles da época, Megapanel não foi capaz de derrubar Tetris mas ainda assim é um quebra-cabeças funcional e divertido. Ele faz 15-puzzles parecerem legais! É também um tanto original, já que o único outro puzzle de que me lembro em que os blocos sobem ao invés de descerem é o Panel de Pon/Tetris Attack.

(Homebrew – Mega Drive) Mega Q*bert

23 de fevereiro de 2017 Deixe um comentário

mega-qbert002
Mega Q*bert é um port para o Mega Drive do clássico arcade do carinha com cara de corneta, com novas fases e jogabilidade mais ágil. O port foi desenvolvido por Jaklub e terminado no meio do ano passado, com um update em Dezembro.
mega-qbert001
Mega Q*bert tem 80 fases novas e um modo alternativo baseado na versão original, com a jogabilidade mais lenta e sem função de continue. Pra quem não conhece, o gameplay consiste em pular de bloco em bloco uma ou mais vezes até que todos estejam com a cor pedida no topo da tela. Inimigos e blocos que limitam o movimento do Q*bert trazem adversidade à jornada. Ambos os modos tem opção de multiplayer cooperativo, o que ajuda bem nas fases maiores.

Download da rom:
http://gendev.spritesmind.net/forum/viewtopic.php?f=8&t=2456

Categorias:Games, Indie Tags:, ,

Miniplanets, um plataformer homebrew para o Mega Drive

21 de novembro de 2016 Deixe um comentário

miniplanets000
Miniplanets é um jogo homebrew para Mega Drive que foi lançado há alguns dias por Javier Degirolmo no itch.io e como código aberto no GitHub. É um jogo de plataforma simples com visão superior e 46 fases curtas, cada uma com o objetivo de encontrar as chaves que abrem a saída para a próxima. O barato é que os gráficos são dispostos para passar a ilusão de que cada Miniplaneta é mesmo um objeto redondo:
miniplanets
Mesmo descontando essa inovação gráfica, o jogo ainda diverte com as mecânicas e obstáculos que vão surgindo durante a aventura. A dificuldade aumenta lá pro final com um foco em armadilhas que saem rolando pelo cenário e uma única fase chata de labirinto no escuro. Anotem as senhas no começo de cada mundo caso tomem um game over.

Fica aqui o link para a rom do jogo:
https://sik.itch.io/miniplanets