Arquivo

Archive for setembro \30\+00:00 2019

SAGE 2019, post 2

30 de setembro de 2019 2 comentários

(post anterior)

Open Surge

É uma honra eu estar dividindo espaço com o Open Surge do conterrâneo Alexandre Martins na lista de destaques da SAGE que há no fórum da SFGHQ, visto que foi com o Sonic Universe 2 e a Gaming Brasil que eu comecei a acompanhar a cena indie de videogames dentro e fora do país, além de ter publicado o Bolinha 1 naquele fórum em 2006.

Pois bem, Open Surge começou há varios anos como um fangame de Sonic mesmo, chamado Open Sonic, e agora tem esse coelinho laranja como protagonista. A jogabilidade funciona ok e tem duas zonas com mistura de coisas originais e dos Soniques 1, 2 e CD… mas isso é uma fachada para demonstrar o potencial de sua engine, que é código aberto e pode ser completamente modificada pelos usuários que aprendam a linguagem usada nela, a SurgeScript.

O @lex tem vários videos demonstrando como programar em SurgeScript no canal de Youtube dele, sendo que o primeiro foi publicado há um ano.

Sondro Gomez: A Wonderworld Story

Ainda que o Kyle & Lucy Wonderworld não esteja presente neste ano, apareceu este spinoff-prequela 8-bits focado num protagonista diferente. A base de Sondro Gomez é Castlevania e a demo tem três fases bem compridas, mas sem os chefes prontos.

Além de ser um usuário do saudoso chicote, o Sondro pode obter três tipos de equipamentos pelos sinos azuis espalhados pelas fases: asas para dar pulo duplo, uma bota-de-Goomba para pisotear inimigos e garras que lhe permitem escalar paredes. Claro que as asas são as mais úteis, mas há segredos e caminhos alternativos que só podem ser acessados com os outros items.

Mesmo com o jeito de Castelo da Vânia e com 4 HP de vida, a dificuldade do jogo é bem tranquila com suas vidas infinitas e os checkpoints periódicos.

Sonic Speed Course

Há um tempo descobriram e dumparam pra emulação uma versão alternativa de Special Tee Shot, um jogo de minigolfe que deu origem ao Kirby’s Dream Course. Por coincidência ou não apareceu este clone com a bolota azul no lugar da rosa, que foi programado em 10 dias.

Já pararam pra pensar em como o Kirby tem melhores jogos dedicados inteiramente ao conceito de bolinha-de-gude do que o personagem que fundiu com maestria esse brinquedo com o gênero de ação-plataforma? Isso não me deixa dormir de noite.

Mas enfim, o Sonic Speed Course é… um jogo que simplesmente não rodou na minha carroça aqui mas que eu queria mencionar de qualquer jeito. O notebook já desligou sozinho ontem enquanto eu jogava Pizza Tower e ele sofre de clique da morte no HD, então é bom não correr riscos jogando até coisas vagamente pesadas. Malz aí.
…E assim não vai dar pra testar o XF Drive do LakeFeperd…

Mr. Triangle Mania 2

Mr. Triangle Mania 2 é um joguinho de plataforma e tiroteio com uma história zoada cheia de palavrão apesar dos personagens geométricos e caricatos, memes e referências a Undertale e Deltarune. Mas além disso é um jogo de ação baita divertido também, e é do criador do Dash Cats que sumiu da SAGE faz um ou dois anos. Tem três personagens jogáveis com habilidades específicas e a demo dura três longas fases.

A terceira fase, em particular, resolve virar a Turbo Tunnel de Battletoads. A Jump-Jump-Slide-Slide de Mega Man 8. Se não fizer os pulos direitinho e acertar os alvos no caminho sem ficar sem munição é morte na certa, e ainda tem um chefe dureza no final que eu tive que enfrentar com um frame rate inconsistente.

Demorei MEIA HORA nessa fase e cheguei a pensar em desistir, mas ainda tenho alguma honra em meu ser e já vi pamonhas falando mal da dificuldade do Cosmic Boll por aí por muito menos. Quando foi a última vez que um algoz gamístico me trouxe tanta satisfação? O Sans em 2015? Na verdade, enquanto escrevo estes parágrafos percebo que nem jogo videogame direito mais para aliviar as frustrações da vida, até porque o meu celular com emuladores tá com o botão de liga-desliga sem contato. O WordPress me deu parabéns pelos 10 anos de blog agora e isso só me deprime mais.

Há, a palavra “wordpress” é corrigida com a parte “press” em maiúsculo se eu digito errado mas não se eu digito a marca inteira em minúsculas.

(próximo post)

SAGE 2019, post 1

29 de setembro de 2019 4 comentários

A SAGE 2019 está no ar e há várias dezenas de projetos participando. Embora a origem do evento seja os fangames do Sonic, hoje em dia projetos originais com ou sem influência do azulão ganham cada vez mais destaque. Tanto que eu nem joguei nenhum fangueime de Sonic ainda…

Brock Crocodile

O Brock Crocodile é um jogo de ação que eu tenho aguardado há alguns bons anos, e esta é enfim a primeira demonstração dele. Fora a influência do Sonic na interface e nas múltiplas rotas em cada fase, Brock é um singelo jogo de plataforma sem a física 360º e com uma barra de vida comum.

Precisei me acostumar um pouco com a física dos pulos e o alcance do chicote, mas feito isso foi uma boa experiência explorar os dois atos da fase disponível e derrotar o chefe no final com a arma secundaria que atira bolhas de chiclete. O projeto tem tido notícias regulares em seu perfil no Twitter, e deve se sair um bom joguinho quando for lançado.

Ah, após os créditos, uma figura sinistra nos desafia a procurar pelos 5 tesouros escondidos na fase. Será um chefe secreto desta demo?

Mega Man Starforce: EndWave

Há algum tempo foi descoberto que houve um quarto Mega Man Starforce que foi cancelado pela Capcom no meio de sua produção, sem jamais ter sido apresentado ao público. O jogo teria mostrado o herói Geo Stellar se tornando um fora-da-lei ao lado de um descendente do Lan Hikari, o protagonista da série anterior, Mega Man Battle Network. Essa história atiçou a imaginação dos fãs, e aqui está o EndWave, um breve protótipo abordando ela.

Não tem muito o que jogar, não. Só um tutorial, uma batalha aleatória básica contra dois tipos de vírus e um chefe que é o DustMan.exe do Battle Network 6. Embora os gráficos estejam usando o estilo e número de botões de Battle Network, o Geo continua com as suas regras de sempre, limitado a primeira coluna do tabuleiro e com a capacidade de se teleportar para atacar de perto com certos battlechips.

Não há escudo habilitado por padrão, mas no lugar é possível soltar um especial poderoso quando interrompemos o ataque de qualquer vírus. A seleção de battlechips também tem regras alteradas, envolvendo chips com código binário ao invés de letras ou cores. Não entendi exatamente como organizá-los.

Em geral o jogo funciona bem, e pessoalmente sempre curto ver algum fangame novo desses dois spinoffs de Mega Man. …Até porque cancelaram o Shanghai.exe e o Chrono X é um desses com produção eterna… não que eu tenha moral pra reclamar

Pizza Tower

Este Pizza Tower aqui é fortemente inspirado na série Wario Land, que é um Pecado Gamístico pra mim que só jogou um pouco da quarta aventura do bigodudo ganancioso e mal lembra como era. No comando do caricato pizzaiolo Peppino, devemos correr adoidados pelas fases quebrando blocos e dando super-pulos como se fosse a Samus de Metroid equipada com Speed Booster.

O Peppino tem energia infinita, sendo que enquanto deixá-lo ser ferido por lâminas nos faz perder pontos, tomar pancada de outros inimigos e obstáculos é necessário para transformá-lo de alguma forma e resolver quebra-cabeças. As fases são bem compridas e trazem diversos segredos. Além disso, é necessário meter o pé na tábua e voltar até certo ponto anterior para escapar antes que elas sejam demolidas.

A demonstração tem mais de 3 fases e dá até pra jogar com uma paródia do Sonic. Em geral, Pizza Tower é bem carismático estou no aguardo de seu lançamento. E não só porque ganhei uns 100 seguidores no Twitter depois que o criador do jogo retuitou um post sobre o Cosmic Boll.

Vertebreaker

Desenvolvido pelo Stealth, um dos caras do Sonic Mania, o Vertebreaker tem a física característica do azulão mas com com um personagem lento à primeira vista. Acontece que, tal como na série Umihara Kawase, a arma dele pode ser usada como corda para se pendurar pelo cenário e ganhar velocidade, o que requer um punhado de prática e destreza do jogador.

E nisso há o problema de que muita gente não vai ter a paciência ou mesmo a boa fé de entender a jogabilidade sem nenhum tutorial (e quantos de nós não pularam o tutorial de Knuckles’ Chaotix?), ainda mais com tantas outras coisas para ver na SAGE. Por fim, a demo é só uma pequena fase de teste com cinco tipos de inimigos vagando pelo cenário.

DreamCrafter

Vocês que já viram o Super Mario Maker e o Mega Man Maker, e que aguardam o Sonic Studio, conheçam também este editor de fases do Kirby, o DreamCrafter. Ele está num estado bem preliminar e seus comandos causam certa confusão por conta do resto da interface se parecer tanto com a do Mega Man Maker, mas dá pra ver o potencial do brinquedo e montar algumas boas fases com os objetos disponíveis.

Espero que alguém por aí crie um Maker de Castlevania também…

(próximo post)

SAGE 2019 no ar

27 de setembro de 2019 Deixe um comentário


Começou a SAGE, a exposição anual online de jogos independentes e fangames do Sonic. Tem bastante coisa legal como o Pizza Tower, o Vertebreaker e o Brock Crocodile.

Projetos nacionais presentes na exposição incluem o Core Engine, o Sonic GT, o Open Surge do saudoso @lex da Gaming Brasil e um tal de Cosmic Boll que eu passei os dois últimos meses ralando para produzir algo significativo pra vocês jogarem.

A exposição vai até o dia 4 de Outubro, com diversos eventos de streaming no site até lá. Como de costume eu vou tentar jogar alguns dos projetos e comentá-los por aqui, nesta semana de aniversário de 10 anos do blog.

(próximo post)