Início > Games, Reviews > (Review – Mega Drive) Megapanel

(Review – Mega Drive) Megapanel

Muita gente não gosta quando quebra-cabeças deslizantes aparecem do nada como um minigame tedioso em jogos, mas e se eles fossem misturados com quebra-cabeças de combinar blocos? A Namco lançou algo assim para o Mega Drive em 1990, exclusivamente no Japão. Um puzzle chamado Megapanel.

No jogo, uma pilha de blocos cresce na matriz com o passar do tempo e temos um espaço vazio para movimentá-los. É preciso combinar um mínimo de 3 blocos de mesma cor na horizontal ou na vertical para destruí-los e evitar que a pilha chegue ao topo da tela, mas isso também reduz o espaço que temos para manobrar os blocos e nos força a subir fileiras com o botão A. É preciso visualizar formas rápidas e consistentes de combinar 4 blocos de uma vez para marcar mais pontos e manter a pilha nivelada para evitar que colunas se formem nos cantos da tela e botem tudo a perder.

O jogo tem dois modos diferentes para um jogador: Exercício e Pin-up. No modo Exercício é preciso cumprir certo objetivo para passar para a fase seguinte. Como cada objetivo é ilustrado a barreira de linguagem não causa tanta confusão, mas ainda há casos como a fase 9, por exemplo, em que o objetivo é formar combinações vermelhas como parte de sequências. É possível começar nas fases 9, 17 e 25 e as missões vão ficando cada vez mais complicadas.

Já no modo Pin-up, cada fase tem uma ilustração no lado direito da tela coberta por blocos e uma fileira de bombas sobre eles. Combinar blocos na matriz ativa essas bombas para destruir pouco a pouco a barreira, sendo que as bombas ativas correspondem a posição do bloco central de cada combinação marcada. Combinações de 4 ou 5 ativam mais bombas ao mesmo tempo. Este modo tem 40 fases, com cada imagem mostrando cenas do dia-a-dia de 10 personagens. Algumas cenas tendem a sensualidade, sim, mas não há nada que não pudesse ser publicado num jogo infanto-juvenil de Mega Drive. :V

Assim como no modo Exercício há um violeiro tocando no meio da tela, no modo Pin-up há uma garota que suponho estar dando dicas. Ela comemora quando fazemos combinações de 4 ou cinco blocos e entra em pânico quando a pilha está prestes a passar do limite. Um detalhe curioso é que…

…podemos calar a boca dela com uma máscara pelo resto da fase com o botão C. Nunca vi um quebra-cabeça desses nos deixar maltratar o mascote assim. E olha que, como o gif acima mostra, ela nem comenta tão frequentemente e não tem dublagem nem nada. Vai ver ela é uma dessas minas anime que são comicamente arrogantes e presunçosas e tá tirando com a minha cara sem eu saber.

No mais, o jogo tem um modo Versus exclusivamente multijogador em que os jogadores podem mandar blocos inúteis para o campo do oponente ao marcar sequências de combinações. Há dois tipos de items nesse modo cujo propósito eu não consigo identificar. No menu de opções principal também é possível mudar o Versus para “Modo 0 ou 1” e eu também não entendi para que isso serve. Ah, uma outra opção deixa o jogo monocromático. Porque sim. Mas ainda dá pra se guiar pelos símbolos em cada bloco.

Como todos os outros puzzles da época, Megapanel não foi capaz de derrubar Tetris mas ainda assim é um quebra-cabeças funcional e divertido. Ele faz 15-puzzles parecerem legais! É também um tanto original, já que o único outro puzzle de que me lembro em que os blocos sobem ao invés de descerem é o Panel de Pon/Tetris Attack.

  1. 14 de junho de 2017 às 9:50 PM

    Esse eu não conhecia. O lance de poder fazer a mina calar a boca é muito estranho kkkkkk nunca vi isso em puzzles, tinha que ser coisa do Japão. ^_^

    • 14 de junho de 2017 às 11:34 PM

      Algo que eu já tinha visto é exatamente o contrário, um jogo indie japonês chamado “Love Mochi” (Semelhante a Yoshi’s Cookie. Freeware no PC e pago no iOS) em que após certa quantidade de game overs DO NADA é revelada uma pegada de horror no enredo e a menina mascote fica à beira da morte. Aí cabe ao jogador marcar um monte de pontos nas partidas seguintes para alcançar o final em que ela vive e volta a decorar o jogo.

      • 15 de junho de 2017 às 1:29 PM

        kkkkkkkk imagine o susto do cara jogando e já meio com tédio das derrotas aparece essa revelação com a mascote? Não deixa de ser um easter egg! Ao estilo japonês, é claro.
        Abração Emerson!

  2. 23 de junho de 2017 às 5:02 PM

    Rapaz… eu conheço uma porção de coisa pra Mega Drive, mas esse jogo eu sequer tinha ouvido falar. Parece bem interessante! Surtei com o lance de mandar a mascote calar a boca, demais! kkkkkkkkkkkk
    Queria poder fazer isso com o Omochao e outros personagens chatos pra cacilda!
    Muito bom!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: