Archive

Archive for maio \30\UTC 2013

(Indie – Demo) Undertale

30 de maio de 2013 Deixe um comentário

underroom
O Toby “Radiation” Fox, que é um dos compositores de música para a webcomic Homestuck, lançou uma demo de seu RPG Undertale recentemente. O sistema de combate do jogo nos dá a oportunidade de dialogar com os inimigos e terminar as lutas pacificamente com as escolhas certas.

Se quiserem, também podem espancar até a morte todo mundo como nos demais RPGs para aumentar o nível do personagem mais rápido, mas saibam que suas ações no jogo tem consequências surpreendentes como no clássico julgamento do Crono em Chrono Trigger.
underwiggle
A demonstração dura meia hora mas há bastante coisa para se ver em múltiplas jogadas. O jogo lembra um bocado o Earthbound e o Mother 3 em seus diálogos e aspectos bonitinhos, cômicos, tristes e… macabros.

Além da versão de PC, um port para Mac está sendo produzido. Vale a pena conhecer o jogo.

Gameplay de Sonic Lost World é revelado

28 de maio de 2013 Deixe um comentário


A IGN postou um novo trailer do Sonic Lost World que mostra o conflito entre o Sonic e uns novos aliens dumal na Green Hill. Bem mais interessante é o gameplay que lembra os special stages do Chaotix com idéias do velho Sonic X-Treme e do Super Mario Galaxy.

É um trailer empolgante como sempre e espero que o jogo seja bom mesmo. Sonic Lost World será lançado neste ano para o Wii U e o 3DS.
slwwiiu7
Edit:
Encontraram evidências no trailer de que os Wisps de Sonic Colors retornarão como powerups e a IGN postou um preview do jogo.

Trailer e demo de Ethan: Meteor Hunter

28 de maio de 2013 Deixe um comentário


A Seaven Studio lançará em breve o puzzle platformer Ethan: Meteor Hunter para PCs. Os videos de gameplay do jogo mostram que é possível usar poderes psíquicos para mover objetos pela tela e resolver problemas ou passar por obstáculos. Há uma versão alfa pública para testar o jogo. Joinhas no Greenlight são bem-vindas.

…o jogo não roda no meu netbook…

(Review – PC/Browser) Rom Check Fail

22 de maio de 2013 Deixe um comentário

Rom Check Title
ROM Check Fail completou 5 anos neste mês e seu criador, Farbs, o portou para Flash. Este jogo freeware venceu a competição VGNG que ocorreu na TIG Source em 2008, mesmo com um título não gerado aleatoriamente.

No jogo controlamos um personagem retrô como o Mario, o Link e o Pac-Man para matar todos os inimigos na tela. A zuera do jogo é que a cada mais ou menos 5 segundos tanto o personagem jogável quanto os inimigos se transformam aleatoriamente em outros personagens.

O interessante então é tentar aproveitar o máximo possível da situação que o jogo lhe dá para completar várias telas em sequência antes que uma combinação ruim ocorra.
Gameplay
O pior certamente é receber o tanque de Space Invaders, que só se move horizontalmente e ataca lentamente. Jogar com o Pac-Man também pode ser imprático em algumas fases. Por outro lado, os inimigos podem se tornar inofensivos blocos de Arkanoid.

Após a fase 20 rola um finalzinho toscão e o jogo se repete com mais velocidade. Como colher de chá, o jogo dá uma vida extra após cada fase completada, caso o jogador tenha perdido alguma.

A temática de jogo bugado é feita com excelência em ROM Check Fail e ele é um joguinho divertido mesmo que sorte seja um fator importante para se dar bem nele. Deixo aqui esta recomendação atrasada por 5 anos de um clássico freeware retrogamer.

(Review – Android) Pixel Rush

17 de maio de 2013 Deixe um comentário


Recentemente eu tenho recebido comunicados de imprensa e pedidos de reviews de indies na minha caixa de e-mail… Suponho que devo expandir meus negócios um pouco, pois não me sinto muito bem esquecendo e ignorando esses caras. Afinal, o The Twosday Code é, em parte, um blog sobre jogos indie.

Este jogo é o Pixel Rush lançado para Android e iOS pela Pixel Heart. É um nome genérico, mas passa bem a idéia de que é um platformer com gráficos retrôs e com gameplay do tipo corredor infinito.

O personagem corre automaticamente e o jogador tem que tocar a tela para pular sobre obstáculos e buracos. Moedas coletadas aumentam a velocidade do personagem aos poucos, mas não entram na conta dele automaticamente. Mesmo após jogar várias vezes eu não entendi o que exatamente faz as moedas ficarem disponíveis para serem usadas na loja do jogo e também desprezo tal complicação.

Na lojinha que aparece antes de uma partida começar é possível comprar powerups para não morrer ao bater em porcarias, poder usar pulos duplos ou diminuir a quantidade de obstáculos.

O level design não é gerado automaticamente, então fico curioso para saber que cenários aparecem após grandes distâncias ou se há um final. Também há áreas secretas cheias de moedas que podem ser acessadas com o pulo duplo.

O pior problema presente no jogo é que é impossível transferir os dados dele para a “memória interna” do celular. A dificuldade em ser gamer no Android é tudo ocupar por padrão um espaço na limitadíssima “memória do sistema” e termos que nos virar com isso, movendo aplicativos para a memória interna sempre que possível. O Pixel Rush ocupa 15MB de memória e não pode ser movido, então vou acabar deletando ele logo, pelo menos até os caras corrigirem isso. Mas apesar desse problema, o jogo é bacaninha e competente. Um bom começo para essa tal Pixel Heart.

Edit:
Já adicionaram a função de usar a memória externa, que ocorre automaticamente. Dessa forma o jogo usa apenas 2,19 MB do sistema.

O jogo pode ser baixado gratuitamente na App Store e na Google Play.