Início > Fangames, Games, Indie, Reviews, Sonic The Hedgehog > Relembrando: Sonic Utopia

Relembrando: Sonic Utopia

“Status” e “Sound Test” não funcionam.

Sonic Utopia é um fangame de 2006 que nunca ficou pronto, tal como muitos outros projetos daquele tempo. Se não me engano o Blue Frenzy me contou que perdeu a fonte do projeto devido a problemas de HD.

Tremo só de lembrar desse tipo de problema.

Embora a primeira e única demo existente do jogo tenha só 2 fases, eu sempre gostei bastante de Sonic Utopia e ainda o jogo de vez em quando. Neste post eu lhes contarei sobre este fangame.

A engine eu não sei se é uma versão anterior da Sonic Worlds, algo ainda mais antigo ou até uma engine programada do zero pelo próprio Blue Frenzy, mas a jogabilidade funciona bem. O estranho é que o Sonic rebate nos inimigos mesmo rolando neles e não pode olhar para cima. A altura dos pulos é fixa, o que também não é bom.

Como o jogo foi criado nos tempos do Sonic Rush, o Sonic tem a habilidade de dar turbo durante um pulo. Enquanto usa o turbo, Sonic é coberto por uma aura de fogo e fica girando (Como o V. Maximum Overdrive do Metal Sonic no Generations), o que é um efeito mais interessante do que o dos jogos oficiais.

O Turbo é recarregado por anéis ou um dos tipos de monitores. Há um tipo de monitor, o “O+”, que aumenta o valor dos anéis coletados. Sonic pode ter 3 O+ ativos ao mesmo tempo, o que é um stat que o jogo grava e só é perdido se o Sonic morrer. Manter o turbo em alta e juntar vidas é fácil até demais com o O+ no máximo.

Uma mecânica interessante que também estava presente no outro projeto do Blue Frenzy, Sonic Frenzy Adventure, é que quando Sonic perde seus anéis ele só pode recuperá-los uma vez, a não ser que pegue novos anéis. Se tivesse sido terminado, o jogo poderia ter sido muito difícil por causa disso já que essa regra acaba com aquele lance de sempre recuperar um anel e aproveitar a invencibilidade temporária repetidamente para derrotar chefes.

A área verde deve ter sido a Tropical Trance…

Sobre as fases, o mapa do jogo mostra 9 zonas com três ou quatro atos cada, mais um ato de chefe para cada uma. Apenas a área roxa do mapa, Metropolis Madness, está disponível na demo. Uma coincidência curiosa é que quando eu comecei a postar sobre o meu Project Spikepig na SFGHQ, o Blue Frenzy me disse que uma das fases planejadas para o Sonic Utopia também era chamada “Tropical Trance”.

Panic City é a primeira fase do jogo. É uma fase com tema de cidade e bem grande, com 2 caminhos principais, algumas ligações entre eles e diversos itens escondidos. Só não gosto dos pontos sem retorno. De “Pânico” a fase não tem nada, pois o caprichado cenário e a música (que é EXCELENTE) são bem tranquilos. E falando nela, nunca entendi se a música era original ou tirada de algum outro jogo.

Cada caminho da fase leva a um subchefe diferente no estilo de Sonic 3. Derrotar um ou outro abre novos caminhos pelo mapa do jogo, tal como em Castlevania Dracula X: Rondo of Blood.

No caminho de cima o subchefe solta um laser para baixo. É preciso usar as molas nos cantos da tela (não deixem o Sonic ser esmagado por elas) para passar por cima do robô.

No caminho de baixo o subchefe solta um laser na horizontal. É um tanto difícil de derrotar esse cara sem apanhar nas primeiras tentativas, mas pelo menos ele tem menos HP que o outro.

E embora eu tenha escrito que a Panic City tem 2 caminhos, há um caminho secreto logo no começo que leva ao verdadeiro topo da fase! Quando descobri esse caminho, pensei que ele simplesmente me levaria até alguns powerups escondidos… mas mesmo depois que eles apareceram, o caminho continuou e continuou até que…

…uma maldita tripla-barreira aparece! A terceira barreira está sempre aberta, mesmo com o save zerado, mas não há nada que abra as outras duas! O que busanfas há do outro lado?! Ah, se um dia o Blue Frenzy voltar a aparecer na SFGHQ eu vou ter de ser chato e perguntar sobre isso.

Prosseguindo, como a Midnight Building não existe na demo, o jeito é ir para a Toxic Sewers, que como insinua o nome é um típico sistema de esgotos gigante com um clima pouco amigável. Ela é um bocado mais complexa e possui mais gimmicks e armadilhas. Como na Panic City, há 3 caminhos, mas dois deles levam ao mesmo subchefe.

O subchefe começa a batalha mergulhado e disparando bombas. Depois que 4 bombas explodem, o subchefe sobe junto com a água para poder ser atacado.

O grande mistério aqui é o terceiro caminho, que é inacessível por estar de baixo de líquido que mata instantaneamente o Sonic! O que esse caminho esconde?! Além disso, há um anel gigante de Special Stage escondido no caminho de cima… que aparentemente serve pra nada.

Depois que a Toxic Sewers é terminada, uma batalha contra o velho Dr. Ivo Robotnik fica disponível. A influência de Sonic CD é bem perceptível aqui: quando Eggman é golpeado, ele sobe ao próximo andar e sua máquina bota dois ovos que saltitam pelo chão. Sonic deve quicar no ovo amarelo para alcançar Eggman e repetir isso até chegar ao topo do prédio.

A esfera vermelha está sempre disponível, mas não dá pra saber o efeito dela.

Ao derrotar o Dr. Eggman, Sonic recebe uma “esfera roxa” que aumenta sua aceleração. Sim, no início o Sonic tá nerfado e possui aceleração aérea e tamanho de pulo baixos. Considerando esse upgrades que o Sonic poderia adquirir, o level design e o mapa, creio que o objetivo de Blue Frenzy era o mesmo de Blaze Hedgehog com seu The Fated Hour: criar um Sonic metroidvania.

Pena que tudo isso deu errado…

Se alguém quiser jogar:
http://www.mediafire.com/?ylmzjwmnrby

  1. 12 de janeiro de 2012 às 12:04 AM

    Achei curiosíssimo esse jogo, mais curioso ainda são os caminhos que não tem como seguir…. seriam pegadinhas do criador? Sou fascinado por caminhos escondidos em games….

    • 12 de janeiro de 2012 às 1:24 AM

      É… Queria que fosse possível ripar os level designs do jogo com algum programa, mas pelo que eu sei, o único do tipo que existe para os jogos feitos nos makers da Clickteam só funciona com arquivos cca.

  2. RetroGaliBrony
    3 de maio de 2016 às 7:25 AM

    O xogo esta ben logrado. Lastima que BlueFrenzy fixera soamente este demo, e no puidera actualizalo a menudo. Se o creador puidera unha oportunidade de actualizarlo, quero que o publique en GameJolt (No caso de SFGHQ andan en reformas coa páxina web).

    En serio, xogueime todos os fanmades e os xogos originais que habian tanto en The Daily Click, como MFGG, ZFGC, SFGHQ, etc. Pero vexo que moita xente no coñece moi a menudo os seus proxectos. Por eso desexo que todos os creadores (e iso vai para os novatos, profesionais e veteranos de fan maders do seus personaxes favoritos) traigan de volta ese pasado que tanto queren, e xa de paso actualizados, publicalos no nas paxinas dedicados a xogos feito para fans, tamen en sitio como Newgrounds o GameJolt. Iso e todo o quero dicir,nada mais.

    PERSONAL SCORE: 8.5 / 10

    BROHOOF & STAY RETRO!

    RetroGaliciaBrony

    • 6 de maio de 2016 às 2:36 AM

      Me sinto mal pela falta de arquivação dos velhos projetos de fan games. Tinha um tópico na SFGHQ sobre o assunto mas tudo foi perdido. Eu mesmo perdi por idiotice arquivos raríssimos relacionados ao fangame When Tails Gets Bored, que é um dos meus favoritos, e me detesto por isso.

      • RetroGaliBrony
        9 de maio de 2016 às 7:52 PM

        Esperemos que os administradores de SFGHQ, teñan solucionado ese problema da páxina web e que volvan de novo eses xogos que tanto queremos de antaño.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: