Arquivo

Archive for setembro \30\UTC 2011

Aniversário de dois anos do blog.

30 de setembro de 2011 2 comentários

261 posts, uns 86 reviews, 27.982 visitas, 409 comentários (a maior parte é de pingbacks e respostas minhas). O recorde de visitas diárias foi 331 durante a SAGE 2011 e isso não vale.

Cobertura (?) da SAGE 2011 – A Quinta Fase

29 de setembro de 2011 2 comentários

<<Post anterior<<<<<

Ainda me falta escrever sobre um fangame antes de parar de falar sobre a já terminada SAGE 2011 e continuar com a programação normal do blog (i.e., bloqueio criativo e preguiça extremos). Qual? O meu, oras.

Sonic The Hedgehog: Project Spikepig

Este fangame eu comecei em 2009 porque estava interessado na engine Sonic Worlds que estava começando a ficar popular. Juntei uns gráficos e fiz uma Tropical Trance playground, que após umas modificações eu relancei com atraso na SAGE 2010 e pouca gente viu.

Algum tempo depois eu fiquei dessatisfeito com os gráficos e os recriei de forma esporádica neste ano até ficar quase satisfeito, pois mal sei desenhar cachoeiras e nuvens. Como a fase playground tinha muito slowdown, resolvi também começar do zero nesse aspecto.

E eis que há alguns dias finalmente cumpri o que prometi há 5 meses. Botaram o jogo na frontpage da SAGE junto com o Axiom e o Charmy Maze, o que eu agradeço muito. Eu não pude ver tudo o que diziam sobre o jogo, mas ele parece ter sido bem recebido pelos fangueimers (quarto lugar no Best in Show – acima do Axiom – foi bondade demais dos caras). As reclamações que eu lí não foram nada que eu não esperasse (demo com fase tropical, não entenderam o chefe e outras coisas que eu já resolvi).

…E se vocês se perdem em linhas retas, isso não é problema meu. *trollface*

O resumo da ópera é que eu consegui ter um bom desempenho na minha primeira participação numa SAGE com uma demo curta. Eu criei expectativas e portanto terei que terminar o projeto e torná-lo memorável, ou me tornarei um imenso hipócrita.

E com este postmortem eu termino os posts sobre a SAGE 2011. Apesar do Sonic Rebirth e o Brasonic 2 não terem aparecido como eu gostaria, apesar do Retro Sonic Nexus ter sido cancelado e do MCKaosu ter reciclado a demo anterior do Sonic Zero, apesar do Sonic Run 3 e do Sonic Arena existirem, foi um evento divertido com grandes acontecimentos. Espero que a próxima SAGE seja ainda melhor… e que a motivação do povo para criar fangames não seja mais a péssima qualidade dos jogos oficiais.

>>Próxima parte>>>>>

Cobertura da SAGE 2011, post 4

27 de setembro de 2011 2 comentários

<<Parte anterior<<<<<

Desenho inédito do Oshima para os fangueimers.


A SAGE 2011 terminou com uma entrevista com o Naoto Oshima, designer de personagens original da série e criador do Sonic CD. Houveram complicações ao fazer as perguntas para o cara, então ele permitiu que o pessoal da Sonic Retro junte outras para ele responder por texto posteriormente.

Também saiu os resultados da competição SAGE Best in Show. Sonic Before the Sequel venceu, Super Sonic Knockout ficou em segundo e Sonic Fusion ficou em terceiro.

Por mais absurdo que possa parecer, eu fiquei em quarto com o Project Spikepig – acima de Sonic Axiom. O Level Collab ficou em sexto e o Sonic Inferno em sétimo.

E como eu não tô interessado em falar sobre os fangames não comentados nos posts anteriores, contarei-lhes sobre 3 romhacks que participaram da competição de hacks que ocorreu junto da SAGE:

Sonic 2 Heroes

Sonic 2 Heroes é um hack de Sonic 2 em que Sonic, Tails e Knuckles são jogáveis ao mesmo tempo. Contando que estejam próximos uns dos outros, é possível trocar de personagem a qualquer momento para usar suas habilidades em várias apelações. Nos Special Stages o trio também aparece de uma vez na tela, mas isso não os torna mais difíceis.

…Contanto que vocês se lembrem de fazer o lider pular adiantado pros outros não baterem nas bombas.

Sonic VR

Sonic VR é um hack interessante com 40 fases que testam os conhecimentos dos jogadores sobre a jogabilidade, inimigos e gimmicks de Sonic 1 e 2. As vidas são infinitas e não há tempo limite para terminar as fases, mas muitas são difíceis e não há anéis ou checkpoints. A trilha sonora é composta de músicas da banda Anamanaguchi como a popular Helix Nebula e é bem empolgante.

Sonic ERaZor

ERaZor é um hack curto com 5 fases, que são todas altamente difíceis. Na parte final da Marble há muitos corredores com espinhos que transportam o Sonic ao começo da área se ele é atingido. O Special Stage obrigatório funciona de forma semelhante. Já a Labyrinth é uma fase cheia de caminhos sem saida com uma câmera que geralmente só desce aos pés do Sonic, forçando-nos a usar muita tentativa e erro para encontrar o final dela.

>>Próxima parte>>>>>

Cobertura da SAGE 2011, ato 3

24 de setembro de 2011 3 comentários

<<Parte anterior<<<<<

Tentei pedir pro Dominic Cerquetti tocar a Northern Woods do The Lucky Dime Caper na Concert Night que ocorreu na quarta-feira, mas foi um fracasso total. Só perto do final do evento que o cara me notou pedindo o tema de abertura de Phantasy Star 1… e disse que não conhecia a música. *capota*

Ainda assim, o cara tocou remixes legais de Sonic, Mega Man, Zelda e o tema da Lua de Ducktales no teclado. Foi um bom espetáculo. E depois teve uma banda de chiptunes tocando mais música.

Madcap Grotto Zone

Madcap Grotto era uma fase que o Dimension Warped ia mandar pro Level Collab, mas parece que não deu certo e por isso lançou a fase sozinha mesmo. O jogo rodou com um slowdown infernal aqui, mas deu pra jogar.

O maior atrativo da fase são seus perigosos e criativos badniks. Tem um morcego que persegue o jogador enquanto atira, um bicho que usa um arpão e sai correndo para uma fonte de munição quando vê o jogador e uma toupeira que nas mesmas condições saca um lança-chamas que ela pode apontar em várias direções. Nem os badniks da Metropolis são tão apelões assim.

No final da fase também há um chefe interessante que usa efeitos maneiros de rotação e uma espingarda. É um chefe bacana, mas difícil de enfrentar por causa do grande tamanho da arena que acaba por esconde-lo na maior parte do tempo.

Amy Dress Up

Um jogo de colocar roupas na Amy.

É… tem várias opções, dá pra salvar as combinações como arquivos de imagem e em geral é bem feito. =T
Durante a SAGE houve uma competição feita com este jogo.

Sonic Inferno

Teste de engine com uma fase com gráficos da Route 99 do Advance 3. Os personagens jogáveis são o Sonic, o Tails, o Knuckles, o Shadow e… Chaos? Interessante, mas ele e o Tails não estão disponíveis na demo. A jogabilidade é competente e o level design entretêm, mas não há tanta coisa pra fazer nesta demo.

Sonic Labyrinth
Parece que a proposta deste romhack é um jogo inteiro na Labyrinth do Sonic 1, com mais puzzles e confusões subaquáticas. Mas… me parece que o cara mal começou a editar a rom. Eu, heim…

Sonic Gear
Há algum tempo, o Takashi Iizuka disse que o port para 3DS do Sonic Generations celebraria a história portátil do personagem. Imediatemente perguntaram a ele sobre as fases dos jogos de Game Gear (1, 2, Chaos, Triple Trouble) que poderiam aparecer no Generations.

A resposta?

“Game Gear? (risos) Não.” -Takashi Iisuka

Sonic Gear, um fangame 2.5D feito em Java, é um “vai se danar” para essa declaração do Iizuka. O problema é que embora os gráficos sejam bons e a jogabilidade só seja meio descalibrada, a demo é frustante pra caralho.

A fase disponível é a Sunset Park 3 (de Triple Trouble, com sua adorada música), que é uma linha reta até o chefe, o trem chamado “Marve Shupopolus Gou” (sério, esse é o nome oficial do trem. Shupo=piui, aparentemente). A fase tá cheia de inimigos para derrubar o Sonic nos buracos. Se chegar no chefe, o que leva pouco mais de meio minuto, descobrirá que ele tem uma quantidade GIGANTESCA de HP e incontáveis modos de ataque muito difíceis de serem desviados!

Eu não consegui nem tirar metade do HP do cara e o jogo não tem porcaria nenhuma de checkpoint. Joguem, caso queiram ficar estressados.

Sonic 2 Retro Remix

S2RR, um hack de Sonic 2, lembra o Advance 2 por causa da velocidade constante e extrema, mas felizmente não se trata de um mero “Segure a direita para vencer”. Além das obrigatórias gimmicks de cada fase, há muito o que explorar para encontrar esmeraldas e liberar fases de forma semelhante a Super Mario 64. É um dos romhacks de Sonic mais importantes da atualidade.

Bem, isso basta por hoje… Talvez eu escreva uma quarta parte, talvez não. Já escrevi sobre os jogos indispensáveis desta SAGE e os bobos mas notáveis. Mais uma vez, este é o link da SAGE 2011.

>>Próxima Parte>>>>>