Início > Games, Reviews > (Review – Arcade) Super Mouse

(Review – Arcade) Super Mouse

Nome: Super Mouse
Console: Arcade
Produtora: Taito
Lançado em: 1982


Antes de encontrar o Super Free Kick, eu encontrei Super Mouse. É um jogo criado pela Taito em 1982 em que controlamos um rato, coletando 9 items comestíveis espalhados pelo cenário para levá-los um a um até o depósito na parte de baixo da tela.

A oposição é formada por Tigres e Cobras que aparecem em partes aleatórias de tela. Um máximo de 5 inimigos pode perseguir o rato ao mesmo tempo. Eu não tenho certeza de quais são as diferenças de comportamento entre eles, mas tive a impressão de que as cobras são mais lentas que os tigres e se concentram em formar emboscadas.

Para se defender dessa bicharada que o matará instantaneamente se tocá-lo, o Super Mouse tem alguns recursos:
-Começamos cada fase com 5 Bombas. O botão de ação é usado para larga-las e depois explodi-las. A explosão delas dura por um segundo e é também é mortal para o Super Mouse.
-Há alguns poços cheios d’água em cada fase. Ao passar pela plataforma em cima deles ela se abre, derrubando quem estiver vindo atrás (note que os inimigos podem ser espertos e parar). O interessante é que se uma cobra cair no poço, os tigres também morrem.
-Cada fase tem duas pedras no topo, sobre escadas. Adivinhem o que acontece quando o rato encosta nelas.
-E por fim, há plataformas roxas que funcionam como os poços de água: ela se move quando atravessada pelo rato enquando seus perseguidores caem e morrem.

O jogo tem apenas 4 fases. Depois de passar da quarta elas se repetem sem nenhuma mudança aparente. Nem mesmo de cor.

Entre cada fase há um minigame de caça-níquel, onde temos 3 chances de acertar alguma combinação para ganhar alguns pontos.

Se sair alguma coisa boa, aparecerá a imagem do Super Mouse nos elogiando.

O elogio?

VERY LUCKY MACHO

E realmente temos de ser muito machos só pra passar da primeira fase! Como são 9 items a serem pegos com 5 bichos vindo de todos os lados, o jogo deve ser jogado com o maior cuidado possível porque um só momento de distração já é suficiente para perder o controle da situação e ser capturado.

A jogabilidade também não ajuda porque o rato se move em tiles. Com isso quero dizer que cada toque no direcional faz o personagem andar uns 16 pixels e não dá pra voltar atrás enquanto ele faz isso.

O jogo é tão difícil que na parte do emulador que configura os dip switches, junto das opções de vidas iniciais e extras há um cheat de invencibilidade! E eu tenho a impressão que ele foi colocado lá pelos desenvolvedores do emulador e não do jogo…

Na raça, com o jogo em sua configuração original, eu só cheguei até a metade da segunda fase. Ahh, como o jogo tem só 4 fases que se repetem, eu gostaria que os programadores tivessem a decência de começar o jogo com um limite de 3 inimigos, então 4 no primeiro loop e por aí vai…

É, e quanto a parte técnica, os gráficos deste jogo não são melhores que os do Donkey Kong lançado um ano antes. Nem a cor das fases muda. Já a música não é marcante, mas pelo menos não irrita… (?)

Por fim, Super Mouse até que tem certo charme (e maior parte dele é o VERY LUCKY MACHO), mas não é lá muito legal de se jogar várias vezes… Mesmo que você aí do outro lado consiga passar pelas fases sem dificuldade, logo verá que o jogo não tem muito a oferecer em fator replay.

Se jogarem, me contem depois quantas vidas gastaram pra passar da primeira fase...

Extra:


É em momentos como este que eu sinto que escrever estes reviews vale a pena afinal. =)

Categorias:Games, Reviews Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: