Archive

Archive for outubro \29\UTC 2010

DIÁRIO TREKSPECIAL: The Search For Knuckles (PC)

29 de outubro de 2010 2 comentários

Título: The Search For Knuckles
Console: PC
Autor: Johan Leion
Lançado em: 1999?


Nos dois posts anteriores, escrevi sobre os gloriosos fangames Sonic Boom e os dois Sonic Pinball Manias.
Agora é a vez de um jogo de adventure chamado The Search for Knuckles. Mas ao invés de apenas escrever uma resenha sobre o jogo, farei um “Diário de Bordo”, pra mostrar melhor para vocês o quão maravilhoso ele é.

A história se passa no futuro, em uma galáxia muito distante. O guardião da Hyper Emerald, Knuckles, está desaparecido e Angel Island foi invadida por robôs. Um dos membros da equipe Chaotix, o tatu Mighty, consegue escapar e então pede ajuda ao grande herói Sonic The Hedgehog.

Sonic diz que seria perigoso Mighty voltar a ilha e então se prepara para ir até onde nenhum ouriço já foi.

Sonic pula em seu navio e zarpa até Angel Island…

No caminho ele desvia de várias minas e enfrenta piratas em cenas que remetem ao filme brasileiro Canoagem Densetsu.


Quando Sonic chega até a ilha, ele deve escalá-la, desviando de rochas e outras armadilhas preparadas pelo Dr. Eggman.

Quando a escalada acaba, tem início a primeira fase em side scrolling do jogo, a Angle Island Zone!
A fase tem 3 rotas com ótimo level design e badniks como o Motobug e o Buzzbomber.


Depois de derrotar o chefe da fase, Sonic encontra a cadela Leslie, que diz que Knuckles foi jogado no fundo de um poço. Sonic salta para dentro do poço para continuar sua busca.

A segunda fase de ação do jogo é um labirinto subterrâneo, complexo como a Marble Garden do Sonic 3.
Seguindo seus instintos, Sonic encontra o lugar onde Knuckles parece estar preso…

Mas há algo de errado nessa situação…

Sonic: -Oh, Knuckles, mas que espinhos brilhantes você tem…
Knuckles?: -É para poder te ouvir melhor, Sonic.
Sonic: -Oh, Knuckles, mas que olhos escuros você tem…
Knuckles: -É para poder te ver no escuro, Sonic.
Sonic: -E que brilhante boca metálica você tem…
Knuckles: -É para poder mastigar minhas uvas, Sonic.

TRIMMMMMMM

Sonic: -É, aqui quem fala é o Sonic.
Forest Gump: -Olá, meu nome é Forest Gump. Eu só queria dizer que aquele não é o Knuckles, mas sim o Mecha Knuckles. Bem, tchau tchau.
Sonic: -OK, tchau.
Sonic: -…

Depois dessa reviravolta impressionante, tem início a batalha contra um dos chefes mais difíceis do jogo: Mecha Knuckles.

Além de planar e usar Spin Dashes como o Knuckles original, MK também tem vários outros golpes como mísseis e um lança-chamas.
É algo trabalhoso, mas com um pouco de cuidado e paciência é possível vencer a luta sem apanhar muito.


Depois de derrotar MK, Sonic encontra e salva o verdadeiro Knuckles. O Death Egg então despenca sobre Angel Island enquanto Sonic e Knuckles tentam fugir para uma das pontas da ilha…

Sem o poder da Hyper Emerald, a destruição da ilha é inevitável.
Neste momento de desespero, Knuckles tem algo a declarar ao azulão.

Música: My Heart Will Go On – Celine Dion

Knuckles: -Sonic?
Sonic: -Sim?
Knuckles: -Foi aqui que nos encontramos pela primeira vez.
Sonic: -…

Se joguem!



A ilha se parte em vários pedaços… E então Tails surge no último segundo em seu avião para salvar Sonic e Knuckles!

Sonic: -Ufa, essa foi por pouco!
Knuckles: -Sim, quase viramos comida de peixe.
Tails: -Uh, pessoal…
Sonic: -O que, Tails?
Tails: -Estamos sem combustivel.


Snif… Mas que final trágico!…

Depois dos créditos, o Senhor Orelhudo nos deseja uma vida longa e próspera, encerrando as 20 horas de gameplay deste emocionante jogo.

Bem, me ler escrevendo o que se passa no jogo é uma coisa. Jogar vocês mesmos é outra. Procurem por Knuckles vocês também!
http://info.sonicretro.org/The_Search_for_Knuckles

(REVIEW ESPINCIBALL – PC) Sonic Pinball Mania 1 e 2

27 de outubro de 2010 4 comentários

Títulos: Sonic Pinball Mania e Sonic Pinball Mania 2
Console: PC
Autor: saxman
Lançados em: 1997


Dois anos após o lançamento de Sonic Boom, os fangueimers haviam aperfeiçoado suas técnicas até níveis estratosféricos com jogos como Tails and the Quest for 100 Rings e Sonic Universe.
Na época, um dos poucos jogos do Sonic que não era bem visto pela maior parte da fanbase era o Sonic Spinball de Mega Drive.
Determinado a superar aquele jogo, um clickeiro chamado saxman começou a criar o pinball virtual de Sonic definitivo: Sonic Pinball Mania.


Como mostram os screenshots acima, Sonic Pinball Mania foi um sucesso de público e crítica graças a excelente qualidade de seus sprites e backgrounds. A jogabilidade do game era ótima: a física do jogo serviu até de inspiração para os criadores da Unreal Engine!
O design das 2 mesas disponíveis no jogo também é impecável. Cheio de alvos e bumpers como nas máquinas que viamos nos arcades de tempos atrás.

O único problema do jogo é que só existem duas mesas para jogar.
O público então demandou que uma sequência fosse feita, o que aconteceu alguns meses depois, na forma de Sonic Pinball Mania 2.


O jogo veio com mais 3 mesas e um sistema de LOCK-ON, que permitia fundir os dois jogos para desbloquear ainda mais mesas.
Além disso, SPM2 também adicionou chefes, o Tails como personagem jogável e até um modo multiplayer, e se tornou um sucesso ainda maior do que o primeiro.


Atualmente saxman é um membro influente da comunidade Sonic americana. Todos os fangames bons recentes tiveram o envolvimento dele em algum ponto de sua produção.

Enfim… Eu fiz o upload dos dois jogos, e vocês podem baixá-los no link abaixo:
http://www.wuala.com/Hyper%20Emerson/Jogos/Sonic%20Pinball%20Mania/

(REVIEW ESPECIAL – PC) Sonic Boom

26 de outubro de 2010 6 comentários

Assim como barras de ouro são fabricadas pela Lorenzetti, Flamingos nascem dos esgotos e híbridos de ouriços e ratos emergem dos abismos do Inferno, os fangames do Sonic também tem sua origem.

Título: Sonic Boom
Console: PC
Autor: Martin Braid
Lançado em: 1995


Sonic Boom foi lançado por Martin Braid em 1995 e é reconhecido como o primeiro fangame da série. É um épico da história videogamistica. Tanto temeram o impacto que o jogo faria a indústria dos games que sabotaram o lançamento com um vírus e o jogo teve de ser relançado por um outro cara chamado Magnus Andersson no ano seguinte.
Algum tempo depois disso, o lendário Saxman relançou o jogo na Sonic Klik & Play Collection, IMORTALIZANDO o jogo para toda a eternidade.
O jogo fez tanto sucesso que a própria Sega homenageou o jogo, dando o nome “Sonic Boom” a uma das músicas de Sonic CD. Sim, a fama do jogo voltou no tempo até 1993!

Enfim, tenho certeza que vocês já ouviram falar da origem deste jogo umas mil vezes, então falemos logo sobre o jogo em sí.

Como podem ver pelo screenshot acima, os fãs de Sonic tem deixado a Sega no chinelo desde tempos imemoriais.
Reparem na textura da grama, notem a fluidez dos cabelos do Sonic balançando ao vento, observem a enorme quantidade de POLÍGONOS que formam as centenas de personagens ao mesmo tempo na tela em 60 FPS e verão que os gráficos são tão bons que superam os da VIDA REAL e rivalizam com os de Crysis!

A história do jogo é contada em estondeantes e dramáticas cutscenes de qualidade CINEMATOGRÁFICA, mostrando a jornada de Sonic e Tails para destruir um novo Death Egg.
Os diálogos entre os personagens são incríveis, engraçados e poéticos.
A qualidade do roteiro é comparável a MAGNUM OPUS do cinema brasileiro, Dom Casmurro – The Final Chapter.

E então temos a maravilhosa trilha sonora, composta por seres místicos como Masato Nakamura, Howard Drossin, Michael Jackson, Tommy Tallarico e Yuzo Koshiro (…Senoue quem?). Um espetáculo de 19921124 horas que grudará na sua cabeça feito o Konami Code!

E agora vem a melhor parte. Geralmente eu começo meus reviews falando dela, mas desta vez decidi deixar o melhor pro final.
Estou falando da jogabilidade.
Os controles e física do Sonic funcionam perfeitamente, definitivamente, VERDADEIRAMENTE da forma que a imaginamos.
A física do jogo é tão precisa quanto um saco de batatas sendo catapultado por entre a fronteira entre Santos e Paraguai. É simplesmente boa mesmo.

Sonic Boom foi um jogo tão REVOLUCIONÁRIO que muitas pessoas tentaram plagiá-lo. Embora muitas dessas cópias paraguaias tenham sido caçadas e eliminadas, uma em especial foi preservada, simplesmente porque ele era tão PODRE que os caras queriam mantê-lo mesmo que só pra tirar sarro.

O nome dessa birosca criada em laboratório de guerra chinês é Rotor Boom e é protagonizado por aquele personagem de um desenho bobão cujo nome eu não ouso dizer, onde o Sonic era burro e quase um personagem secundário e o Tails era tão inútil que mal dava pra notar sua existência.

De fato, nesta versão o Tails é totalmente inútil e apenas segue o Rotor fazendo cara de débil mental. Mas esse é o menor dos problemas desta tranqueira. Toda a épica aventura da versão original foi transformada num shoot’em up extremamente tosco em que Rotor atira maçãs em inimigos que vem de só uns dois pontos da tela em linha reta.

Após marcar cerca de 7000 pontos, o jogo pula direto para a fase do Death Egg, onde Tails é baleado, forçando Rotor a encarar o chefe final sozinho. o que se passa depois disso é uma versão Tabajara do final de Sonic 2. Caramba, até o final do Sonic 4 é melhor do que isso!

Para piorar ainda mais as coisas, os gráficos foram todos avacalhados e mal aparecem direito. A trilha sonóra foi substituida por um monte de MIDIS podres que são uma ofensa ao legado deixado por clássicos como LORON.

Agora, pararei de falar desse trambolho para resgatar as frases vindas de gente importante sobre o jogo na época em que ele foi lançado:

“Este jogo é 256 vezes melhor do que Sonic 4.”
-NickRoxNRX

“Eu concordo.”
-Yuji Naka

“Este é verdadeiramente o Sonic Boom como vocês o imaginaram!”
-Ken Balough

“Só faltou alguns alienígenas para que o jogo fosse perfeito!”
-Takashi Iizuka

“…Trouble keeps you runnin’ faster…”
-Sandy Cressman

“Aprovado com o dedão Boomttini de qualidade.”
-Ciro Bottini

Enfim… Agora os poucos entre vocês que ainda não jogaram o jogo ou nunca sequer ouviram falar dele devem estar SEDENTOS por um link de download.
E aqui está ele:
http://content.wuala.com/contents/Hyper%20Emerson/Jogos/Sonic%20Boom/Sonic%20Boom%20+%20Rotor%20Boom.zip?dl=1
Esse link contém tanto o Sonic Boom quanto o Rotor Boom, pra quem quiser comparar. Aviso que apesar de ser possível abrir os dois jogos em programas da Clickteam como o MMF2, isso pode, bizarramente, estragar os executaveis deles. Suponho que isso seja uma forma de proteção contra cópia ou coisa assim.
No mais, baixem o jogo e divirtam-se. Logo mais eu volto com um post para o Retroween, ou quem sabe o aguardadissimo review do Sonic 2…

(Indie – Browser) Epic Combo

25 de outubro de 2010 1 comentário


Post rápido sobre um jogo online da Armor Games que achei na Newgrounds agora à pouco.

Epic Combo é um jogo em que o jogador deve acertar tartarugas com uma marreta e formar combos, que valem dinheiro.
O dinheiro é usado para por armadilhas como bumpers, lasers e molas no cenário para manter as tartarugas rebatendo pelas paredes.
O modo normal de jogo acaba quando o combo chega até 10000 unidades. Já o modo infinito é infinitamente infinito.

Ainda que não haja muitos motivos para jogar o jogo mais de uma ou duas vezes, vale a pena dar uma olhada para ver a bagunça de pinball de tartarugas e ouvir a boa música do jogo.

Link:
http://www.newgrounds.com/portal/view/550865

Categorias:Games, Indie, Reviews Tags: