Início > Games, Reviews > (Review – SNES) Cameltry/On The Ball

(Review – SNES) Cameltry/On The Ball

Leiam antes o review da versão arcade.

“YET TO BE SEEN TRY IT.”
“IT MAY DRIVE YOU CRAZY! DON’T GIVE IN TO DEFEAT.”

-Duas das frases bizarras que aparecem nos finais do jogo. E olha que os caras consertaram os erros de inglês dos tutoriais!

Sobre o Jogo:
O port de Cameltry para SNES foi lançado em 1992, 3 anos após a versão original para arcades. No ocidente, acabou sendo renomeado como “On The Ball”.
E caso você não tenha lido a primeira parte deste texto, saiba que Cameltry é um jogo em que se deve guiar uma bolinha até o final de um labirinto, desviando e destruindo obstáculos.
A qualidade gráfica desta versão não é muito inferior a da versão original, mas os backgrounds são mais simples; e em algumas fases mais complexas, há também um problema em que os efeitos sonóros falham.
Felizmente, não houveram perdas na jogabilidade, e o mouse do SNES pode ser usado no lugar do joystick.
Os erros de inglês que existiam nas telas de tutorial da versão arcade foram corrigidos. Por outro lado, as novas frases que aparecem nos finais do jogo certamente foram escritos por algum Zé Ruela que não sabe nada de inglês.
Além das 32 fases da versão arcade, Cameltry SNES possui mais 12 grupos de fases que podem ser acessados através de senhas que aparecem após o final de cada 4 conjuntos. Em algumas dessas fases, a gravidade é invertida e em outras, o movimento de rotação é limitado, forçando a bola a saltar repetidamente para escalar paredes. Estranhamente, as fases de gravidade invertida são mais fáceis do que as normais, pois a direção em que a bola pula não é alterada, portanto fica fácil dar pancadas nos blocos que bloqueiam o caminho.
Enfim, Cameltry foi bem portado do Arcade até o SNES. As várias fases extras compensam as perdas gráficas e sonóras. Só faltou mesmo uma função para salvar o jogo e recordes.

Trivia:
-A versão japonesa da versão arcade tem textos em inglês, legendados em japonês.
-Nas telas de tutorial, a personagem de cabelo verde se curva para a tela quando o jogador aperta o botão para continuar o jogo. Na versão japonesa, um pouco de texto japonês aparece acima dela nesse momento. Essa animação foi cortada da versão arcade americana, mas aparece na versão americana do SNES.
-E falando nela, na tela de continue da versão SNES, seu cabelo é marrom, embora permaneça verde nas telas de tutorial.
-Personagens de outros jogos da Taito aparecem em alguns backgrounds da versão SNES.

Cameltry e Camelos:
O que raios o jogo tem a ver com camelos?
-O título do jogo é CAMELtry, oras.
-Parte do logotipo do jogo é a bolinha de gude rolando por cima de um camelo.
-O título do jogo aparece escrito numa das primeiras fases do jogo.
-Um dos backgrounds da versão arcade mostra camelos desenhados na areia.
-Uma das fases é chamada “In The Camel”. Não tenho certeza se ela tem a forma de um camelo.
-Uma das últimas fases da versão SNES do Cameltry é chamada “Cameltry” e tem a forma da palavra “Cameltry”.

Categorias:Games, Reviews Tags:,
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. 4 de agosto de 2010 às 3:09 PM
  2. 9 de novembro de 2010 às 9:01 PM

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: