Arquivos

Posts Tagged ‘Dr. REIROM’

(Review – PC) Mega Man Vs. REIROM: Director’s Cut

3 de setembro de 2011 9 comentários

“REIROM posta somente fundamentado na razão e pautado na lógica”
-A assinatura do Papa da Emulação na Progames.

“REIROM é que nem a Matrix: Não podem te contar, você tem que ver por si mesmo.”
-Rodrigo Shin

Título: Mega Man Versus REIROM – Director’s Cut
Console: PC
Criado por: RodrigoX_Shin/Rodrigo Shin (“são nicknames completamente diferentes”)
Lançado em: 1999-2000 (original) e 15/11/2010, 7:37 (Director’s Cut)

Mega Man X: Not in this game.


>>Introdução>>>>>
Em 1997, época em que a curiosidade dos brasileiros pela emulação começava a crescer, foi criado o canal de irc #emuroms que se tornou o ponto de encontro para brazucas discutirem sobre romhacking, traduções e outras atividades emulisticas.

Foi nesse lugar que surgiu REIROM, o lendário brasileiro dono de todas as roms já criadas (inclusive as roms de Playstation), que queria dominar a #emuroms, ter fama no exterior e criar o emulador supremo: o Emuallsystems.

A batalha de Reirom contra Satanás.


Três filmes sobre a saga do Papa da Emulação foram criados pela Grajaú Movies durante o ápice de sua fama. Ao mesmo tempo surgiram uma série de 4 jogos criados no mais antigo dos makers da Clickteam.

Quase uma década depois eu descobri essa saga e o último desses jogos, Mega Man Vs. Reirom, na FTW Games. No review desse blog também descobri que o autor do jogo é ninguém mais, ninguém menos do que o Rodrigo Shin do blog Ácido Cinza, que eu já acompanhava desde muito tempo.

Dois meses depois que eu comecei a conversar com o Rodrigo sobre o jogo em seu fórum, ele lançou uma atualização com alguns consertos e adições. Eu tinha planejado escrever um post sobre o jogo, mas como sabem todos os professores que um dia me lecionaram, eu sou um dos escritores mais incompetentes do universo.

Muitos meses depois, começo a escrever esta versão do post. Eu lhes pediria desculpas, se eu merecesse. E chega de backstory. Contemplem Mega Man Vs. REIROM: Director’s Cut, um dos melhores fangames de Mega Man já criados.

>>Enredo>>>>>
“LOL AMIGOS! MAIS UMA VEZ EU ESTOU AQUI DIVULGANDO O EPICENTRO DA EMULAÇÃO MUNDIAL NÃO NÃO É UM SITE INTERNACIONAL OU COISA ASSIM É O MEU NOVO JOGO O MEGAMAN VS REIROM, ISSO SIM AMIGOS O MEGAMAN EM PESSOA ESTA TENTANDO ME EMPEDIR DE CRIAR O MEU AMADO EMULADOR MULTISISTEM QUE IRÁ BENEFICIAR OS JOGADORES DO MUNDO TODO. ISSO E UMA PENA PQ EU SOU UM DOS MAIORES EMUMANS DO MNDO O MAIS ESFORÇADO, E EU ACHO QUE O MUNDO MERECE UM EMULADO Q BEFEF”

Assim disse Dr. Reirom momentos antes de ser atacado por Mega Man, que pretendia fazer o que o MATADOR não conseguiu: impedir Reirom de continuar seus planos de criar o temível EMUALLSYSTEMS.

>>Sobre o jogo>>>>>
Logo depois da abertura estilo Mega Man 2 (e não apertem nada nela, pois isso ativará uma armadilha troll que travará o jogo), somos apresentados aos 6 amigos do Reirom que Mega Man terá de enfrentar. Vejam só que grande elenco:

Será que o Panicoman é o Buda disfarçado? Mistério...


Além de seus inseparáveis amigos Fermac e Buda, Reirom tem o apoio de seres famosos como o He-man, Pikachu, a Anaconda e o Panicoman! A maioria deles podem ser derrotados normalmente sem abusar de suas fraquezas, exceto pelo Buda e também o Pikachu que paralisará e matará Mega Man em instantes se não for morto com a arma de Fermac.

Esqueleto no desenho e no jogo


O Esqueleto, memorável inimigo de He-man, também marca presença no jogo como um importante subchefe, acompanhado de uma música lendária. A “grande” semelhança entre seu sprite e a artwork original levou muitos a apelida-lo de “Robô Espantalho” e “Terror Tecnológico”.

As Forças Especiais Zé do Pirulito, formada pelo pai de Reirom e dois dos lammers mais poderosos do universo, também tentará impedir Mega Man de alcançar seu objetivo com estranhas habilidades.

Ou ao menos eles tentam. Na versão Director’s Cut, Mega Man pode matar os dois primeiros antes da luta começar. Isso é um tanto “game breaker”, mas é interessante como fazer isso acaba dando ainda mais razão a um comentário feito pelo Reirom no fim do jogo…

E finalmente, depois de tantas batalhas intensas, Mega Man desafiará o Epicentro da Emulação Mundial num duelo de duas partes: Reirom “shazamnado” atirando Kamahamehas e Reirom em sua “Reirom Machine” atirando pirulitos. Só poderá haver um sobre a Terra!

Como sempre, Mega Man receberá armas novas ao derrotar cada chefe. Neste fangame algumas das armas são as mais abobadas já vistas, como derrubar uma vaca do nada, invocar defeitos especiais ou atirar um raio extremamente lento e “inefetivo”. Cada arma tem munição infinita e é usada com teclas diferentes do teclado.

A jogabilidade funciona bem apesar das limitações do crássico e infame movimento pré definido da Clickteam. O problema é atirar poderes na direção errada sem nem apertar seta nenhuma.

Poderosa GreisCol


O level design em MMVSRR é um dos mais ridículos já criados. Algumas fases são apenas uma pequena linha reta até o Esqueleto. Outras duas nem existem: Mega Man vai direto ao chefe. As últimas fases são mais complexas, mas só um pouco. Não há gimmicks e os inimigos tem movimentos simples, geralmente do tipo linha.

Mas falar que as fases são repetitivas eu não posso. Uma tem um buraco, outra tem alguns espinhos e a do Panicoman tem um… um… objeto bizarro pro Mega Man escalar! Em uma das fases finais, pirulitos perseguirão Mega Man o tempo todo, tornando-se um dos poucos perigos de todo o jogo.

Nesta versão Director’s Cut uma nova fase, dois chefes e um costumeiro boss rush contra os seis primeiros chefes foram adicionados aos aposentos do Dr. Reirom. Além disso o épico duelo contra o Papamor e sua REIROM MACHINE agora está livre de bugs.

Passwords também foram adicionados, assim como uma tela no final que conta quanto tempo o jogador levou para terminar o jogo e sabe se passwords foram usados.

???


Os gráficos em geral são bem minimalistas e toscões. Um ponto positivo são os sprites customizados de cada personagem.

A trilha sonora é uma das partes mais lembradas do game por causa da música que toca durante as batalhas contra o Esqueleto. Essa música originária do jogo anterior da série, Resident Reirom, é chamada Loron.

“É uma midi de uma nota só, tocando ininterruptamente, com uma bateria dessincronizada ao fundo. Dizem que ela é usada como instrumento de tortura na China, e que foi proibida em vários países.”
-Raphael Belmont

E tem MAIS: Shin me revelou que Loron tem letra! Ouçam a música pelo vídeo acima e cantem junto:

Unprevisible Unkillable and his name is Loron
Imprevisível Inmatável e seu nome é Loron
Loron Loron Loron Lo Lo Lo Loron

E quem será esse tal Loron? Pelo que o jogo dá a entender, talvez seja o próprio Esqueleto…

Também há no jogo uma música chamada “When the dreams comes true, the nightmare starts and there is nothing you can do but scream and die, you´ll die mercilessy”. Essa música também tem letra:

When the dreams comes true,
the nightmare starts and
there is nothing you can do but scream and die,
you´ll die mercilessy

Sim, a letra da música é o próprio título.

Outra música do jogo que eu curto é uma midi da fase de floresta do Area 88/UN Squadron, que toca nas telas de “You Got a Weapon”. Essa versão fica ótima como tema de comemoração.

Ainda sobre a parte sonora, infelizmente o jogo sofre com um problema que muitos jogos feitos nos makers antigos da Clickteam tem: o jogo pode travar se um efeito sonoro tocar repetidamente. Ctrl+S “resolve” o problema tirando os sons.

>>Conclusão>>>>>
Embora Mega Man Vs. REIROM: Director’s Cut pareça simplesmente um jogo muito mal-feito de noob em gamemaker, ele não é.

Ao jogar o jogo torna-se claro que toda a tosqueira presente é proposital e parte da piada. Há coisas como as armas do Mega Man, cutscenes, certos movimentos dos chefes, frases aleatórias depois dos créditos e principalmente a Loron, que demonstram que o jogo foi feito por alguém que era mais do que um iniciante na ferramenta usada.

O jogo consegue ser perfeitamente jogável, divertido e engraçado. É algo que em teoria não deveríamos gostar mas que não temos como não admirar, como o próprio Papa da Emulação, o folclórico Reirom.

Por fim, como Raphael Belmont disse uma vez, mesmo que vocês não conheçam a lenda de Reirom, certamente se divertirão e rirão muito com o jogo.

Never forget.


PATO DON- Er, link de download:
http://www.mediafire.com/?ctbfc8zro1ko7os

Ordem recomendada de chefes:
Panicoman>Buda>He-man>Anaconda>Fermac>Pikachu

Tópico sobre o jogo no fórum do Shin:
http://acidocinza.forumup.ro/viewtopic.php?t=22&start=0&mforum=acidocinza

Filmes e os outros jogos sobre o Reirom:
http://grajau.free.fr/home.html

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 366 outros seguidores